Email ao Querido Hans – Em brasileiro e em inglês

Versão em brasileiro:

Querido Hans,

dia 5  á noite no Teat(r)o Oficina

os talentosos Gilbet & George

inspiraram muito á nós artistas do  Oficina Uzyna Uzona

q em pleno ensaio montando  na sua “menor dimenção 

mas com muita gente:

“Badener Lehrstück vom Einverständnis” de Brecht

A   1ª Parte do Acontecimento

na  Obra de Arte-Vida -Teato da  Dupla-Una :G&G

brasileiros presentes e  as  pessoas vindas de varias partes do Mundo deram o Tom 

em inglês,

ao  espaço foi Espaço de Lina entrou  numa  atmosfera de um

“Global Theatre of Visual Arts”:

Luz do  Palco Italiano para os  Performers

Público no Escuro na Pista da Rua Lina Bardi

Sucesso Total!

Ms eu …entrei nesta atmosféra q não era a de Lina

estava voduzado /enfeitiçado

de tempos em tempos / falava o q sentia

comunicava em brasileiro aos Público q intaurara

a língua inglesa:

dizia agoniado “minha fala está numa lentidão!!!”

A tradução estava sendo feita nos teus ouvidos ,

Hans ,

a maior parte do público vindos da Bienal

não entendia o que eu falava,claro,

foi  saindo…

e eu marcando agoniando essa saída: com o

“…estou muito devagar …”

Eu poderia ter arrastado meu mau inglês,

falado em francês

mas eu queria mesmo falar em criollo português

quer dizer em  brasileiro língua q “já passou do português”

E me despossuí de meu transe de 53 Anos naquele Terreiro

de Lina,estava enfeitiçado mesmo

Não pedi pra  acederem as Luzes, como faço sempre,

pra saber “quem por aí?quem?”

olhando, olhos nos olhos o  Publico,

fazendo ligar a Fonte d’Água á frente ao Palco onde estávamos

mostrar a Obra de Arte o  Teat(r)o Oficina

fazer  abrir  e fechar o Teto Móvel nas nossas Cabeças

Ir cantando a Obra de Arte Arquitetura Urbana

o  janelão onde comecei

sem iluminação abraçando a Arvore Cezalpína

varando os vitros e estruturas do  espaço ganhando o que Lina chamava as Catacumbas de Silvio Santos

o Terreno tombado do nosso entorno onde queremos contruir o Teatro de Estádio Oswald de Andrade pra inaugurar a

COPA DA CULTURA em 2014 juntamente com a COPA MUNDIAL DE FUTEBOL á ser realizada em muitas Capitais de alguns Estados do  Brasíl

a Universidade Antropófaga

 a Oficina de Florestas

Lembra quando eu falei a palavra Peripatética?

Ninguém já me ouvia

Eu não havía combinado nada com os técnicos, músicos,atuadores do Oficina,mas sempre conseguí vencer  essas faltas de preparação pelo meu tino de sacar o ambiente e improvisar em cima do aqui agora,lugar e tempo em que eu nnao estava por estar enfeitiçado

Queria  percorrer os espaços do Teat(r)o com o Publico todo mesmo com nossa arquiteta Carila  me alertando q sería perigoso, caminharmos pelas estruturas de aço q estão interditadas para obras de Restauração (Espero fiquem prontas até nossa Possessão do Oficina Canto de Cisne de Lina até a Casa de Vidro sua 1ª Obra” em Novembro )

Mas  sobretudo queria percorrer a Rua Lina Bardi ,a atual Pista do Teat(r)o com todas as pessoas presentes  ,atravessarmos  juntos ,já ensaiando a Possessão Afoxé  dos Arcos Romanos abertos agora, depois de 30 anos .Lina não chegou á  ver “o Chão de Terreiro co  Galerias do Scala de Milano, abrindo-se para as  Catacumbas do Colyseum de Silvios Santos”

Irmos todos  juntos cantando e dançando um afoxé suave passeando pelo enorme Terreno que nos cerca e q estamos ocupando, até aquela Mandala onde acendí uma Fogueira,na maior solidão

Iríamos chama a força do desejo de Artistas Plásticos  de muitos lugares do Mundo pra de ser completada , mais rápido possível, a “Obra Incompletada de Lina “ no Terreno que Ocupamos agora, emprestado por Silvio Santos.

Ganharmos os  q lá estavam aquela noite para somarem-se á a força   necessária para Completarmos o Projeto Arquitônico Urbanístico de Lina : q chamamos de AnhangaBaú da Feliz Cidade

Perdemos  uma oportunidade única de no Oficina estarem ,naquela noite :Artistas ,Críticos de Arte , Curadores internacionais, súditos culturais da linga internacional  inglesa

É o Óbvio Ululante !

Falei  em brasileiro, sem  TRADUÇÃO  e pior eu estava VODUZADO,senti, mas não  conseguí quebrar o VODÚ

Totalmente enfeitiçado não saquei q poderia ter convocado o jornalista critico de teatro, ali presente, diretor da casa do saber, escritor agora dos “50 anos do Teat(r)o Oficina”: Mario Vitor á fazer a Tradução

Acho q suas entrevistas amado Hans, teriam dado um salto,se todos estivessem ligados pelas pontes da tradução.Você estaria me perguntado tendo também tuas palavras traduzidas para o brasileiro e teríamos alem da Gravação em DVD, um texto bilíngüe de tradução ao vivo.

Passou,mas não  me conformo ,vamos fazer algo q ensaiaremos em Novembro ,um Passeio Bi-lingue,em forma de Afoxé-Corso,com Carros Abertos,Bicicletas , Cavalos …antes de seguirmos para a Casa de Vidro.

ACORDES Hans?

PS.-Ah! quero um grande favor teu ,que me passe o contacto do jovem artista russo de Moscou, um menino de cabelos louro revoltos e outro jovem artista de Recife que trabalha com Cavalos.Eles me deram seus Cartões , mas eu os perdi, coloquei no bolso de minha calça acho que caíram. E tínhamos combinado em trabalhar juntos em Novembro na “Possessão Peripatética”  e também em Pernambuco fazendo a Peça Peripatética do Poeta João Cabral de Melo Neto, sobre o Frei Caneca, herói da Independência do Brasil, em Corso Afoxé atravessando de Olinda  á  Recife na Orla do Mar

Chegaremos até o lugar do espetáculo armado de seu do enforcamento diante dos muros do Forte das Cinco Pontas. Despojado do hábito religioso, ou seja, «desautorado das ordens» na igreja do Terço, na forma dos sagrados cânones», ainda assim tendo três carrascos que se recusaram a enforcá-lo. A Comissão Militar ordenou seu arcabuzamento, («visto não poder ser enforcado pela desobediência dos carrascos»), atado a uma das hastes da forca, por um pelotão sob o comando do mesmo oficial. Seu corpo foi colocado junto a uma das portas do templo carmelita, no centro do Recife, sendo recolhido pelos religiosos e enterrado em local até hoje não identificado.

Image

Versão em Inglês:

On the evening of September 5 at Oficina Theater

The talented Gilbert & George

Inspired us a lot, we artists of Oficina Uzyna Uzona

that were in time of rehearsal  in its “smallest dimension”,

but with a lot of people:

“Das Badener Lehrstück vom Einverstandnis”, by Berthold Brecht.

The first part of the event, an artpiece of Art-Life, from the Double-One: G&G.

Present Brazilians and people coming from varios parts of the world set the Tom

(Tune) in English. Lina’s space went to Space, through an atmosphere of “Global

Theatre of Visual Arts”: Italian Stage lights on the Performers

Audience in the Dark at Lia Bardi Street

Total Success!

But me… I went into this atmosphere that wasn’t that of Lina

I was voodoo-taken/bewitched

at times/ I spoke what I felt

speaking in Brazilian that established English as the idiom:

I said agonizingly…“my speech is so slow!!!”

Translation was beig made to your ears, Hans,

most of the audience coming from the Bienal,

could not understand what I was saying, for sure, leaving the theater…

And agonizing I was paying attention to this evasion: and the “…I am too slow” sounding in my ears

I could have tried my poor English

Could have spoken in French, but what I really wanted was speak in Portuguese criollo

that means in Brazilian a language that is already beyond Portuguese

And I was desowned from my 53-year trance in that Terreiro de Lina, I was reallly bewitched

I didn’t ask to turno on the lights, as I always do to know

“who’s there? who?”

looking on the public’s eyes,

making the water flow from the Fountain facing the stage where we was

showing Theat(r)o Oficina’s art piece

Moving to and fro the movable roof over our heads

Singing the Art Piece Urban Architecture

the big glass window where I started

without any lighting embracing the Cezalpina Tree

crossing the vitreaux and space structures reaching what Lina called Silvio Santos’ catacombs –

the Oficina’s space which is designated and therefore protected as cultural and architectonic landmark of our surroundings

where we want to build the Stadium Theater Oswald de Andrade to be innaugurated with a Culture Cup during the World Cup in 2014.

Do you remember when I mentioned the word peripatetic? No one was hearing me anymore.

Nothing had been settled with technicians, musicians, Oficina’s players, but I always managed to gou around these glitches through a sense of feeling of the ambiance, and improvisation with the here, the now, place and time of which I was absent because I was like charmed.

I wanted to go through the spaces with the audience. Abova all, I wanted to wander Lina Bardi Street with all the people, the theatre corridor, rehearsing the Afoxé Possession of Roman Arcs now opened. Lina did not live to see this “Terreiro” with Scala Milano Galeries, leading to the Catacombs of Sylvio Santos’ Colyseum.

I wanted to be going together singing and dancing a soft afoxé passing along this big space that surrounds us and that we are occupying, up to that Mandala where I lit a fire, in great solitude.

We would call up the force that comes from the artists’ desire, coming from many places around the world to complete, as soons as possible, “Lina’s Unfinished Work”, in the piece of land that we are ocuppying now, lent by Silvio Santos.

We wanted to atract those that were there that night to sum up to the necessary force to complete the Lina’s Architectural and Urban Projecet: the one that we call Anhagabaú da Feliz Cidade.

We lost that unique opportunity tha the presence of being presente there that night artists, art critics, International Curators of Art, cultural subjects of the English language.

The obvious conspicuous in front of me!

Totally bewitched, I could not see that I could have called the journalista, theater critic, present there, managing director of Casa do Saber, Mario Vitor Santos, to translate what I was saying.

I believe, that your interview, beloved Hans, if everybody was to be connected through the bridges os translation. You would be questioning me also with the translations aid and we would have, besides the DVD recording, a biligual version translated live.

It is over, but I cannot get over it. Let’s make something that we will rehearse in November, a bilingual stroll, in the fashoin os an Afoxé-corso, with open cars, bikes, horses, before we proceed to the Glass House

Do you agree, Hans?

PS – Ah, I need a big favour from you. Would you give the directions of the young Russian artist from Moscow. A young man with blonde curly hair and the other artist from Recife that works with horses? They gave their cards, but I lost them, they may have fallen from my trousers pockets.

We had arranged to work together on November at the “Peripatetic Possession”, and also in Pernambuco in a version of the “Peripatetic Play” by the poet João Cabral de Mello Neto, abot Friar Caneca, the heroe of Brazilian Independence Movement,. It will be a Corso Afoxé, going from Olinda to Recife, by the beach front.

We´ll arrive at the site of the show of his hanging facing the walls of Forte das Cinco Pontas. Relieved of the religious costumes, that is, “unauthored from his orders” at the Church of the Terço (Rosary), in the form of Sacred Canons, even though there were three slaves that refused to participate on the hanging. The Military Commission ordered its shooting by arquebuz (once he could not be hanged due to the executioners’ refusal). He was tied to one of the gallows pillars by a platoon headed by the same officer. His body was placed by one of the carmelite’s temple doors, in downtown Recife. His remains were carried away by his religious peers and buried in a non-identified site.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: