arquivo

Arquivo mensal: maio 2014

Imagem

Dia 26 de maio d  2014 , numa tarde com o Sol se pondo ,

Juca Ferreira atual Secretario Municipal d Cultura písa

o Terreno do Entorno Tombado do Teat(r)o Oficina pelo IPHAN dia 24 de junho de 2010,

durante sua brilhante gestão como Ministro da Cultura no Governo Lula.

Na foto Juca está no q chamamos SAMBAQUÍS : o TOTEM do TERRENO  TEKOHÁ Sagrado  que amplia o Oficina pro Universo  .

Os entulhos da demolição de todos os prédios do Grupo Silvo Santos acumularam-se nesta Montanha.

Com o Publico das peças semeamos girassóis, milhos …agora está parecendo as Represas da Sêca atual

mas continua belo e pleno de sentido arqueológico desta Odisséia .

O SAMBAQUÍS traz toda memoria do Lugar e da Luta

Fizemos nós, alguns artistas do Oficina Uzyna Uzona e a equipe de Juca ,um passeio q começou

numa Aléia deixada pelo Grupo Silvio Santos depois de demolir todo Terreno.

Um Pomar de Frutos, Flores, Legumes e Perfumes

Iamos pisando um chão coberto de folhas do Outono

nesta maravilha :uma das muitas maravilhas ocultas em nossa Metropole .

Durante a Bienal de Arquitetura do ano passado os Arquitetos Carila Matzenbacher e Marília Oliveira Cavalheiro Gallmeister q trabalham nas peças q montamos , a Arquitetura Cênica do   Teat(r)o Oficina,

criaram com arquitetos Belgas e da America Latina inspirados nesta Aléia

um primeiro desenho de uma explosão do Entorno do Oficina abrindo-se para o Cosmos

e daí materializaram em desenhos precisos a continuação desta Aléia Maravilha ,

extendendo-se pelas ruas do Bixiga em Calçadas Pomar.

A Ministra Marta Suplicy tinha já visualisado uma praça q unisse o entorno Tombado do Oficina ao TBC e  á Casa de Dona Yayá.

Subimos até uma dos Portais do Terreno da Rua Santo Amaro .

De lá tivemos a visão do alto de todo Terreno num Por de Sol onde visualizamos a ligação destas calçadas pomares com a Vila Itororó,com a Praça Roosevelt …etc…

constituindo Corredores Culturais abrindo-se por toda Cidade.

Uma Cobra sinuosa multicolorida perfurando, penetrando as Torres de Cimento da Especulação Imobiliária Financeira dando passagem para o presente anseio hoje,

de uma Vida sonhada não para o amanhã ,mas pra já.

Uma Cidade de Cimento,Carros ,Ruídos penetrada por Zonas de Silêncio Musical da Arte de Viver bem .

Delirei tanto q vi o Brasil todo com uma Cartografia Cultural num continuum que aos poucos iria trazendo

o Retorno da Terra ás suas Origens em Futuro Presente: respirável, até perfumado, silenciosamente musical .

O Sonho q ficou

até Enfadonho

de mais de 33 anos aproxima-se a virar matéria Acordada

No Proximo Capitulo: as Imagens criadas com exatidão pelos Arquitetos

Até amanhã- no hoje eterno

Juca Ferreira Ecologista q Mãe Stella na Bahía concedeu a honraría de Principe de Oxossi-deus das Florestas

juntamente comigo como Exu Senhor das Artes Cênicas

Laroiê

Anúncios