arquivo

Arquivo mensal: junho 2016

é o ano novo no sul hemisfério, 

a noite mais longa do novo império!

deus irmão de joão, luíz

nos protege agora e depois

de todo mal do bem

desse mundo, pois

nesse solstício, sóis!

nesse solstício, sóis!

 

Captura de Tela 2016-06-30 às 10.42.17

O LANÇAMENTO

um novo tempo de re-existência da cultura e da arte, a transição para uma nova era

24 de junho de 2016,

fogueira de São João,

lançamento da plataforma de financiamento direto,

permanente, da Associação Teat(r)o Oficina Uzyna Uzona.

Com o lançamento do site www.teatroficina.org, a partir desse dia de São João, a Companhia entra em nova era – a experiência de uma cultura econômica que possibilite a grandiosidade do trabalho incentivado diretamente por seu público, pelo coro da multidão presente nas peças, nas transmissões virtuais, por todas as pessoas que admiram a obra de arte Teat(r)o Oficina. A plataforma é importante para as demandas do presente, mas principalmente para a urgência das transformações do agora: a transição desejada para uma nova era, onde a Companhia possa ser financiada inteiramente por esta nova modalidade – a contribuição coletiva direta. Desejamos obter a valoração econômica plena, capaz de manter aceso o fogo de todo trabalho transdisciplinar realizado.

“No dia 24 de junho, dia de São João, quando se comemora o ano novo no hemisfério sul, nós lançamos uma ferramenta de financiamento digital do Teat(r)o Oficina, com o objetivo de conquistar a independência de criação e potencializar os trabalhos e pesquisas da companhia que existe e se transforma desde 1958. Nós temos demandas pragmáticas, de custos de manutenção do espaço que precisam de aportes imediatos, mas nossa maior ambição é, através dessa ação coletiva de financiamento direto, conseguir que o trabalho da companhia, feito por um corpo de artistas numeroso – que realiza a montagem dos espetáculos, as ações da arquitetura e urbanismo cênico em direção à continuidade da obra de Lina Bardi e Edson Elito, as pesquisas audiovisuais e de comunicação urbana, nosso grande desejo é que tudo isso possa existir em plena potência através dessa ferramenta. O trabalho é caro, pois um projeto de vida como esse exige dedicação exclusiva dos artistas, para que o teatro, uma arte que precisa de muita liberdade, seja de fato um espaço de encontro e criação de novas narrativas. Por isso desejamos que nossa ação não seja isolada, que se conecte com outras companhias em direção aos aportes diretos pra criação de uma nova era.”  Camila Mota, atriz da Companhia e do Núcleo de estrategistas do Teat(r)o Oficina

 

SEJA UM CO-PRODUTOR

Tivemos muitas dúvidas em como chamar a plataforma e os colaboradores:

amigos do Oficina,

sócios do Oficina,

clube do Oficina…

Optamos pelo reconhecimento de todas as pessoas que desejarem nos apoiar como verdadeiros co-produtores, em diálogo direto com essa nova dinâmica de financiamento, como fogo de potências que desejam, junto conosco, re-existir frente aos desmontes sofridos pela cultura e aos processos de captura da arte pelo grande capital financeiro. Junto com a Companhia, os co-produtores/as são todas e todos que desejam ser força de contracenação com as novas formas de pensar, experimentar e fazer Teatro/ outras artes no Brasil.

Desejamos obter a valoração econômica plena, capaz de manter aceso o fogo de todo trabalho transdisciplinar realizado.

 

DAS DOAÇÕES

como colaborar

As doações podem ser únicas ou mensais – em planos de um ano – com o cartão de crédito. Os apoiadores dessa Uzyna se tornam, no ato da doação,  co-produtores do trabalho da Companhia: com a possibilidade de ter os nomes divulgados na plataforma, como mecenas reconhecidos; ou manter o anonimato das doações.

Doações de todos os valores, do máximo ao mínimo, são imprescindíveis para a continuidade do trabalho em plena potência.

 

touro sangue 5

TEAT(R)O OFICINA UZYNA UZONA

Fundada em 1958, a Companhia Teat(r)o Oficina Uzyna Uzona mistura em seus ritos teat(r)ais música, artes plásticas, vídeo, cinema, arquitetura, urbanismo, dança, em processos de co-criação entre artistas.  

A BIGORNA, lugar onde se forja o ferro e o corpo, onde se transforma e interpreta a vida, é símbolo da companhia desde sua fundação – uma bigorna de ferro foi colocada por Lina Bo Bardi na fachada do edifício, na cabeça.

O Teat(r)o Oficina, nas muitas décadas de existência, consolidou-se como um lugar de produção de arte e conhecimento. A valoração econômica, através do financiamento direto nessa plataforma, é fundamental para a continuidade dos trabalhos e para a manutenção de seu acervo e do edifício, obra de arte tombada pelo COMPRESP, CONDEPHAAT e IPHAN.

Desde o início do ano conseguimos manter o teatro aberto em quase todas as semanas, com apresentações do repertório, shows e atos da arte cosmopolítica.

Em nosso plano de ação, existem projetos para patrocínios via isenção fiscal, enviados para empresas e pessoas físicas, e projetos de apresentações de espetáculos do repertório, para recebimento de cachês.

Essas possibilidades ainda não se concretizaram.

 

CRISE E INSURREIÇÃO

a ressignificação das formas de manutenção da Companhia

Os períodos de crise, férteis em imaginação, se tornam áridos para manutenção das obras tombadas: o PRÉDIO, terreiro eletrônico projetado por Lina Bo Bardi e Edson Elito e o TRABALHO DA COMPANHIA, tombado imaterialmente: processos de montagem e ensaios em permanente transformação a partir do tempo presente, mas seguindo um fio que atravessa décadas – a transformação de espetáculos e dramaturgias em ritos. E a aridez da “crise” impõe uma instabilidade do corpo criador que dificulta, justamente, a criação dos ritos; impede a radicalidade dos ensaios, a liberdade do artista em se lançar num abismo em cada montagem.

Por isso, chamamos, cantando pelos 4 cantos:  

venham mecenas, desejamos muito vocês!

No site, estão divulgados o custo anual da Companhia e a participação do Patrocínio da Petrobrás na composição do orçamento, bem como a descrição do projeto que será realizado com a verba dessa riqueza, que é o petróleo, em 2016.

QUE VENHA O FINANCIAMENTO DIRETO !

Recursos renováveis no dia a dia da eletricidade provocada pelos encontros ao vivo da cena, na força dos choques e das catarses, praticadas com tanta generosidade nos teatros.

 

novo dia, nova sociedade                                                                                                          

nova maneira de pensar

o mundo é novo

o mundo é novo

é novo                                                                        

é novo

é um ovo

________________________________________________________

CONTATO

comunicacao@teatroficina.com.br

(11) 3106-5300 – casa de produção