iÓ! Xamo pro ATO CULTURAL do dia 16

baxk

Início do Período Eleitoral

y dos Atos dos Covardes q querem                                        

Impichar Dilma Joana d’ARC

como Bode Expiatório 

da Crise Criada pelo Congresso Mais

Corrupto q o Brasil já teve.

Xamo! Cabras y Bodes Cantores!

Amantes da Arte Cênica ao Vivo no Mundo,

Venham HOJE (16) Oficiar o Festim Antropófago!

d Artaud  “pra dar um Fim no Juízo d deus” y do Camarada Janot

com Dionízios, o deus sem JUÍZO

GOZAR OS golpistas q querem nos mandar Bodes Cantores pros subterrâneos das catacumbas culturais

Artaud, Oswald d Andrade y os Povos Vivos do Brasíl XAMAM Pro FESTIM ANTROPOFÁGICO DOS 55 ANOS DO TEATRO OFICINA UZYNA UZONA

A LONGA História Abreviada:

 

cacilda becker_inauguracao teatro oficina_raridade

Em Janeiro d 1961 Cacilda Becker quebra Champagne numa Pedra d Cimento q sobrou do interior demolido do  “Teatro Espírita Novos Comediantes” pro Arquiteto Joaquim Guedes dar Inicio à Regência da Obras do Teatro Sanduíche d Duas Platéias frente a frente: o 1º OFICINA.

o RECHEIO:

Carne dos Corpos do Grupo Oficina 58, ativados em Laboratórios Stanislawski Russo Americano Actor’s Studium. Corpos Amadores q na mesma Rua Jaceguay 520 transmutam-se com o lugar parido em menos d 9 meses com “A Vida Impressa em Dollar”, “Awakwe and Sing” d Clifford Odets, pela Companhía Teatro Oficina Ltda.

Inaugurando o Teatro Oficina a 16 d Ah!Gosto às 21h

16, Século XX

víra Século 21

16  Ah!Gósto 21h

rua Jaceguay 520-Bixiga

____________________

55 Anus =Teat(r)o Oficina Uzyna Uzona

 

capa_55 anos Teatro Oficina_artaud_dionisios_bacantes

Dionízios, deus sem juízo, joga só hoje com Artaud

“pra dar um FIM NO JUIZO d deus”.

é q BACANTES nos xamam outra vez pra Ensaiar como Cortar a Cabeça d Pentheu 2016, pra parir em Outubro depois das Eleições.

Há 55 anos atrás, eu não atuava ainda, era só diretor. Depois d um Ensaio Geral Péssimo d “A Vida Impressa in U$”, na madrugada de 15 pra 16, eu “Cabaço (ainda) d Teatro”, achei q iríamos prum fracasso total, o fim do Oficina.

 

SDC11416

Acordei y com Renato Borghi fui à Delegacia Policial das Diversões Públicas q no dia da Estreia ameaçava-nos d Proibir a Peça y não dar Alvará para o Teatro Abrir, uma Forma muito Estranha pros então amáveis burocratas policiais da época d Ouro do Teatro em SamPã.

Voltei pro Teatro e os Jornais da Época queriam saber como tinha sido nossa ida à Censura. 

Me preparei pra receber, fiz a barba no Escritório ao fundo com um barbeador elétrico, dei entrevistas y fuy assitir à Peça, q fizemos na coragem, arriscando Meu amigo d Infância e colega d Faculdade Plínio Pimenta.

Trouxe Dona Maria Prestes Maia — uma ex-atriz maravilhosa portuguesa dessas tipo Conceição Tavares, esposa do então Prefeito Prestes Maia — pra cortar a Fita d Inauguração no meio do Palco Sanduíche, abrindo-o pros dois Lados das Arquibancadas próximas ao público, como no TEATRO DE ARENA e no meio dos Cenários da peça nas laterais, como no TBC.

Nasceu Viva Demais a peça, mas no dia seguinte, dia 17, a Censura vetou o Texto y a Polícia não deu Alvará pra abrir o Teatro.

Não aceitamos, fomos à luta, mas só conseguimos abrir dia 25 d Agosto, quando Jânio Renunciou.

Aliás, agora em 2016, neste mesmo dia:

É data marcada pelos Golpistas pra consumar o Impeachment, esquecendo Cunha pra depois do depois y data marcada pra começar a Impixar a Presidenta Dilma, q vai estar em Cena dia 16, no Teat(r)o Oficina, como Joana d’Arc.

A Página do Oficina no FaceBook das milhares d’amazias y  di amantes do Teat(r)o Oficina foi condenada a sair do ar por um denunciate dos haters, por ter descoberto uma fotinha minha abraçado com a Jóia Humana xamada Cafira Zoé, q estava com os belos peitos d fóra.

Pode?

O melhor y mais intenso Teatro do Mundo, entre os 10 outros, assim aclamado pelo crítico d Arte y Arquitetura do The Guardiansofreu essa violência  ao mesmo tempo q a Síndica do Prédio Vizinho do Oficina não permite q o fio do Cabo da Internet do Prédio passe pro Teat(r)o Oficina.

Pode?

Os arautos deste tempo repressivo, con$ervador da miséria cultural y da burrice, age como os nazistas na peça q Brecht escreveu entre 1935 y 1937: “Terror e Miséria no Terceiro Reich”.

Minha Agenda tem se encontrado com isso no Brasil: dias y noites. Tanto q tenho guardado estas Agendas, pois são inumeráveis as Bostas Mentais engordando o Ódio Fascista.

Mas contando com o Tempo Amador do Oficina, são 58 anos q o Teat(r)o existe pra não ser assim…

y vai continuar, talvez pra sempre, mesmo depois q eu não exista mais

Ti-Zé-Rias

VIDA ETHERNA PRO TERREIRO ELETRÔNICO DO TEAT(R)O OFICINA UZYNA UZONA Y SUA BIGORNA, ONDE SE RECONSTRÓI A ANATOMIA HUMANA.

SamPã Véspera: 15 d Ah!Gósto d 2016

Anúncios
2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: