Feliciano é a Ponta de Lança da Ameaça de Um Golpe de Estado

Todos que trabalham com a Arte
ou mesmo com seres humanos 
e os que se sentem mortais, humanos,
estão putos com esta situação
na Comissão dos Direitos Humanos 
que anuncia coisa pior:
o Congresso agora vai votar por uma proposta-lei
dos Evangélicos Fundamentalistas 
pra derrubar o Estado Laico Brasileiro.
 
Esta ação política corresponde a um Golpe Militar no Estado Democrático Republicano Brasileiro,
que há mais de séculos tem sido, felizmente, um Estado Laico.
 
A regressão aos estados fundamentalistas tem sido a causa de inúmeras guerras e de situações estupradoras monstruosas dos direitos humanos em todo Planeta Terra.
 
Precisamos todos nos movimentar urgentemente para impedir este Golpe de Estado para não sermos condenados a desumanidade das Ditaduras das Religiões Fundamentalistas.
 
Este Infeliz Feliciano é a Ponta de Lança da Ameaça de Um Golpe de Estado tão nefasto quanto o de 1964.
 
Além dos artistas, nós todos, mortais humanos, que assim se aceitam
e que não temos versão única da vida, da “verdade”,
nem somos proprietários dela,
que amamos a liberdade 
temos de criar juntos meios
para que esta regressão nefasta de aprisionamento da vida aqui no Brasil não aconteça.
 
É trabalho não somente de artista, mas de todos os humanos que tem amor ao Poder de nossa Condição Humana livre de tutela da Boçalidade Fundamentalista de uma Verdade Única.
 
 
Dia do meu renascimento aos 76 anos
Anúncios
171 comentários
  1. aristeu disse:

    Lamentável o que está pintando no horizonte deste país que tá tem uma história bem triste de escravidão,,, Agora, mais uma? Isso não! não! e não! A esse Infeliciano nosso repúdio!

    • Omar Fernandes Aly disse:

      Meus amigos estou plenamente de acordo com vocês…toda essa situação configura um retrocesso dos direitos humanos no país. Organizações internacionais como a Anistia e a All Out (direitos LGBT) estão apoiando toda essa nossa perplexidade…onde está o PT nessa ???

      • Infelizmente, isso está acontecendo justamente por causa da desistência do PT à presidência da Comissão de Direitos Humanos. Por conta disso (alianças pólíticas absurdas), chegamos a esta situação sureal. Parece que, como Judas,por conta de alguns punhados de votos os direitos humanos foram traidos pelo PT. Triste.

        • Bruno Leite disse:

          A PEC 99/11 é de autoria do PSDB.
          Infelizmente, um país que continua até hoje levando candidatos do PSDB ao 2º turno das eleições majoritárias, está fadado à desgraça, não tem PT, Lula, Dilma, Haddad ou Marina que salve.

          • Cu-de-Pinga disse:

            Essa é boa, então a culpa de existir um Infeliciano é dos políticos do PSDB que chegam ao segundo turno mas não são eleitos? Esses petistas são o máximo!

            • Bruno Leite disse:

              A PEC 99/11 é de autoria do PSDB. A culpa seria, então… dos petistas??!

              • Inácio disse:

                Desculpe-me, mas foi Dilma que FEZ UM ACORDO POR ESCRITO com os evanjegues. Feliciano só chegou à presidência da Comissão após um muito bem orquestrado conluio liderado pelo PT (que queria ficar na presidência das Comissões que envolvem $$$$$dinheiro$$$$$) Não defendo o PSDB (que tem muita gente que não presta lá), nem muito menos o PT, porque é devido à tal “governabilidade”, os acordos espúrios, à corrupção desenfreada, que vemos os evanjegues com cada vez mais poder. Não existe outra razão. Enquanto as pessoas que lutam (ou dizem que lutam….) pelos direitos humanos estiveram defendendo ACIMA DE TUDO interesses partidários (seja do PT, do PSDB ou de qualquer outra bosta) vamos cada vez mais para o abismo. No seu caso, Bruno Leite, vc parece mais disposto a defender o PT do que os direitos humanos. A questão é muito mais ampla do que apenas a PEC 99 (de autoria do PSDB). O poder crescente dos evanjegues é fruto direto da política de “toma lá dá cá”, implantada por FHC, aumentada e aprimorada com gosto por LULA e que a DILMA se comprometeu por escrito.

                Mas se vc quer apenas defender o PT com unhas e dentes, das duas, uma: ou é mal-informado, ou apenas, mal-intencionado….

                • Jonathan 'Hamelin' Malavolta disse:

                  Pára!, que Dilma, que nada! Esse acordo é mais antigo, da época do Lula. Ou não se lembra de que foi no desGoverno Lula que o maior inimigo ferrenho dos Direitos Humanos (Ahmadinejad) veio ao Brasil? A única coisa, nesse sentido, que a Dilma tem feito é retocar a maquiagem criada por Lula – e pensar que já fui admirador deste boçal moluscóide.

                  • Flávio Lopes disse:

                    O analfabeto político acredita que num país democrático o presidente do executivo governa de acordo com os interesses de seu grupo. ele desconhece que todos os outros grupos organizados, que também tem representação tanto no senado, como na câmera dos deputados também tem poder para encaminhar e defender seus interesses. É isso que se chama democracia representativa. Do contrário seria um reinado ou ainda uma ditadura. O problema é que pessoas autoritárias preferem fazer da ignorância um credo. Sugiro pesquisar como funciona os regimes democráticos pelo mundo, para não sair falando asneiras travestidas de opiniões.

                    • Jonathan 'Hamelin' Malavolta disse:

                      Me diga que parte de meu comentário está equivocada. E não, em momento algum fiz a afirmação de que o chefe de Estado governa deste ou daquele jeito e menos ainda desconheço que todo grupo organizado seja representado. De bate-pronto, sugiro que conheça primeiro as pessoas antes de sair por aí impondo-lhes rótulos que talvez sequer mereçam.

    • Fundamentalismo é o que pretendem impingir aos pobres brasileiros religiosos que acreditam em Deus. Se a democracia é o voto da maioria, porque a maioria que tem uma religião não pode se manifestar mas é obrigada a engolir o que uma minoria impõe? Então não vivemos numa democracia, mas no mais ditador dos regimes fundamentalistas. O nazismo era ateu, e o estado laico, o Comunismo também, enfim, todos governos fundamentalistas e destriuidores de liberdades civis são ateus e laicos.

      • Desculpe amigo, mas o nazismo começou como um regime de religião católica, quando Hitler ascendeu ao poder em 1933, esse regime assumiu uma postura religiosa de base ocultista, onde a religião usava práticas pagãs de antes da idade medieval na Germânia, além disso, Hitler acumulava as seguintes funções no regime: era chanceler, presidente, fuhrer, marechal e ainda por cima, sumo-sarcedote da recém-fundada religião e um deus vivo para os altos membros do nazismo, ao qual nenhum aleão ousaria se opor. De certa maneira, o que está havendo na nossa realidade nacional é algo que só não é ainda igual ao nazismo por que o exército ainda não aderiu a esse regime que está aflorando contra a democracia restante, se isso acontecer, sugiro fazermos uma resistência equivalente a dos parisienses em 1939.

        • Outro detalhe: os regimes ditos comunistas exterminaram pessoas (milhões delas) por motivação restritamente política, nada relacionado a ausência ou presença de religião. Além disso, nós ateus não somos favoráveis, por mais tentador que seja, a um estado ateu, somos sim favoráveis a um estado onde não haja dominação religiosa (como acontece atualmente no Brasil em que o cristianismo é predominante até na política, outro perigo). Estado laico não é estado ateu! Estado laico é estado onde nenhuma religião tem privilégios e comunismo não é repressão, comunismo e socialismo (até mesmo o anarquismo) é liberdade! Liberdade é algo que nós não temos no capitalismo, até temos: ou trabalhar por um salário miserável e nos acomodar ou lutar contra esse sistema.

          • Concordo plenamente, meu amigo. E mais: pode parecer autoritarismo de minha parte, mas devido a tudo q estamos vendo (Feliciano, Malafaia e outros da corja não só querem ibope como querem poder), acredito q somente um decreto q proíba lideres e ministros religiosos de entrar na política vai salvar o laicismo já tão fragilizado de nossa nação. Lugar de líder e ministro religioso é no púlpito e não em palanques e nas repartições políticas. E concordo tbém q o comunismo não é sinônimo de repressão, mas de união. O capitalismo sim, q ao ganhar a simpatia das pessoas com sua propaganda de suposta liberdade para as pessoas, apenas as induz silenciosamente ao mundo do consumo. AS igrejas evangélicas hoje em dia revelam-se como empresas concorrentes na mostra de um mesmo produto – basta ver q muitos indivíduos transitam de uma igreja a outra, muito frequentemente dando ofertas e dízimos quanto maior é o grito apelativo dos seus lideres.

          • Antonio disse:

            Caro Adriano, Sou católico, vivo a minha fé e a anuncio. Mas estou totalmente de acordo com sua explicação sobre Estado laico e ateismo. compartilho com vc. E mais, vivemos numa sociedade onde devemos garantir o direito a todas as confissões cristãs e religiões, mas não podemos permitir que em nome de Jesus Cristo alguns tentam impor seus fundamentalismos, exatamente Cristo que combateu o fundamentalismo legalista dos doutores da lei e dos fariseus. Ele veio para mostrar que o mundo que Deus quer é o mundo de justiça, de uma religião que se comprometa com os pobres e com eles na luta combater a pobreza, fruto da injustiça de um sistema que não partilha, e combater os sumos sacerdotes do templo, que eram tb detentores do poder religioso, político e econômico, e que manipulavam a Palavra de Deus segundo seus interesses. Jesus foi aquele que destacou que para construir o Reino(mundo) de Deus, tem que começar pela transformãção do coração e das mentes. E isso incomodou muito mais os poderosos do seu tempo que qualquer confronto e rebelião contra o império Romano, dominador e opressor da palestina.
            E agora, vem alguns que se autointilam cristãos para impor seus próprios fundamentalismos, em nome daquele que combateu os fumdamentalismos onde se pregava o cumprimento rigoroso das leis e Jesus nos ensiono a enxergar pessoas. Aproveito aqui para dizer o que digo em público: existe comunistas,ateus, anarquistas mais cristãos do que muitos cristãos. Pois ser Cristão não é placa na testa e sim vivência no coração. E conheço ateus,comunistas e anarquistas que vão alcançar as glórias na eternidade, exatamente pq deram suas vidas,derramando seu sangue em prol da vida, da liberdade e da justiça e outros tantos, que mesmo ainda em vida continuam renegando a Cristo, mas faz exatamente o mandamento maior que resume tudo o que ele anunciou e fez: Amai-vos uns aos outros como eu vos amei. Ele não pede para amá-lo e amar ao Pai, pq ele amou a cada um de nós. Mas que por sentir-se agraciado pelo seu amor, que partilhe esse amor que recebeu a outros. Isso não é fundamentalismo, é reconhecimento de que todas essas pessoas são amadas por Deus e ainda que renegam o próprio Deus, esse Deus libertador os amam pois seguem seu anuncio, seu pedido.
            Enquanto isso,os fundamentalistas de hoje, não anunciam o reino, mas a si mesmos, para manter seus privilegios. O Papa Francisco, com seus gestos que lhe são próprios, fazem parte do seu ser e naõ jogo de marketing, está incomando os poderosos que não admitem a volta da Igreja voltada para os pobres, procurando já com seus gestos derrubar todas as marcas medievais e procurar trazer uma Igreja voltada a Cristo e não aos reis medievais. Claro, que temos valores morais que não abdicamos, a Defesa da vida que começa no útero e passa pela dignidade social, religiosa,econômica e cultural. Mas queremos o Estado laico, respeitando a todas as pessoas, dando apoio sim àquelas Igrejas e religiões que buscam levar dignidade e justiça aos menos favorecidos e oprimidos pelo sistema economico exludente e perverso.

      • Elisa disse:

        Por favor, compre um livro de história geral. 1- Democracia não é voto de maioria. A democracia grega, exemplo clássico (mas outros também passaram por essa transição antes de chegar ao sufrágio universal), era de voto restrito a grupos. Portanto, “a maioria” e o voto sempre foram coisas distintas. Além disso, o conceito de democracia, como boa parte dos serem humanos não é uma coisa estática. Como boa parte dos seres humanos, evoluiu à medida que novos agentes históricos puderam se manifestar publicamente, como as mulheres, os afrodescendentes, as crianças etc etc etc. Hitler, por exemplo, foi conduzido ao poder por meio de eleições. Pessoas como você, confiantes na “democracia” do voto, o fizeram chegar lá. 2- Vários regimes ditatoriais se apoiaram no cristianismo, em suas igrejas e em seus valores morais: o fascismo italiano de Mussolin, o franquismo (espanhol), as ditaduras em Portugal e na maioria dos países da América do Sul a partir da segunda metade do século XX. Certamente, boa parte apoiada ideologicamente por essa distorção da “ditadura da maioria”. Foi exatamente ESSE discurso que carbonizou milhares em campos de concentração, apenas “minorias”: judeus, ateus, negros, comunistas, gays e também pessoas com necessidades especiais como Síndrome de Down. E é exatamente ESSE discurso que hoje apoia a pena de morte, a redução da idade penal, os caveirões, a privatização dos presídios, a volta do ensino religioso e da “moral e cívica” nas escolas públicas, a criminalização do uso de drogas, do aborto, do casamento não heterossexual, de pesquisas com células tronco etc etc etc. 3- Regimes “comunistas” (na verdade, socialistas) também contaram com apoio de igrejas cristãs. Cuba é um exemplo. Então, Fidel lhe parece mais apetitoso por isso?

      • Andrea disse:

        Caro Mauro, descordo do sr., muitos brasileiros acreditam em Deus, professando as mais difrentes crenças, quando optamos por um estado não laico, escolhemos apenas uma das inumeras religiões que existem, o que é extremamente anti-democrático, além disso o numero de pessoas sem religião no Brasil vem crescendo como indicam dados do último censo, portanto, o estado laico sempre foi a escolha perfeita para todo país que pretende acolher de forma democrática e justa todos os seus habitantes. Outra informação o nazismo não era ateu, pelo contrário, igual a tantas atrocidades cometidas em nome de Deus, como a inquisição, cruzadas e caças às bruxas, o hitler, que foi a personificação do nazismo, uso a religião e a biblia para justificar suas atrocidades. Então sr. Mauro de graças a Deus por vivermos em Estado laico, onde todos podem viver suas crenças e até não tê-las com respeito e liberdade, sem que nossas vidas sejam ditadas pela crenças de apenas uma parte da população.

      • thomas disse:

        além de ser um ignorante com relação À história, não sabe nem que democracia não é somente o voto da maioria. se 51% da população decidisse extermianr os outros 49% porque votaram apra isso, isso é uma democracia?claro que não. democracia pressupõe respeito aos direitos fundamentais de todos, direito de associação, ir e vir, à vida e a liberdade religiosa. Esse papinho de que os ateus são responsáveis por atrocidades é uma distorção grotesca do que se chama causalidade histórica. Tenho repulsa daqueles que usam da retórica da liberdade para impor a servidão. No seu caso, você não sabe distinguir o que é liberdade religiosa de fundamentalismo religioso. TEnho pena de sua ignorância e má-fé

      • André disse:

        Só faltou falar que o Nazismo era Petista.

      • pinzindin disse:

        religião é sentimento essoal não deve ser imposto.Jesus não se impunha a ninguem tdos os que o seguiram foram por amor e vontade própria.

      • É muito fácil a resposta pra sua questão, Mauro: se depender da sua religião e das pessoas que pensam como vc, ninguém além de vcs terá direito algum. Vcs massacram e tentam destruir tudo aquilo q é diferente. Agora há pouco vi a notícia de evangélicos queimando templos indígenas no Mato Grosso e demonizando a cultura deles, o q o catolicismo fez antes também. Ninguém está tentando impor nada a vcs, o q estamos lutando é pra q VCS não imponham sua crença a todo o resto da população.

        • Jonathan 'Hamelin' Malavolta disse:

          É por aí mesmo, Luciano.

      • Milton Francisco Moreira disse:

        Porque Religião não cabe dentro da Política. Em Política precisamos de Liberdade, no meu entendimento. Religião deve ser uma Opção Particular de cada Pessoa. Daqui a pouco, para ser Cidadão, terei de acreditar em não sei qual deus…

      • marcos Demarchi!!!
        você deve ser um bandido!!!! está mentindo e muito!!! os nazistas eram PROTESTANTES!!!! começaram a atacar os judeus na noite do aniversário de Lutero, a chamada Noite dos Cristais quando os nazistas incendiaram todas as sinagogas de Berlim!!!!

      • Cu-de-Pinga disse:

        Nazismo era ateu o meu pau de óculos. Vai estudar, crentola.

    • Sinceramente, esse Feliciano é nada. E está servindo pra despistar a atenção de muitas outras aberrações na política. Por exemplo, Genoíno e João Paulo Cunha, ambos condenados pelo STF na Comissão de Constituição e Justiça, ou ainda, Blairo Maggi, ex-motosserra de ouro na presidência da comissão de meio ambiente do Senado. E tem muitas outras aberrações!

      A ditadura que enfretamos é ver que esquerda e direita fazem igualzinho quando estão no poder…

      Precisamos avançar, chega de direita e esquerda, vamos andar pra frente!

      • Rafa disse:

        Meu amigo, aqui ninguém vai falar do Zé Castro Dirceu, do Genoíno, do Delúbio. É tudo fé: fé no comunismo, fé no nazismo, fé no capitalismo, fé religiosa….no fim, tudo isso mostra como o ser humano é idiota.
        Não se esqueçam que o Karl Marx também tinha seus arroubos místicos e, no fundo, todas estas doutrinas (de esquerda ou direita) possuem fundamentos transcendentais.

        É o sujo ofendendo o imundo!

        OBS: é muito dinheiro público inflando este debate inócuo. Há algo de estranho, ou muito evidente!

        • eduardo batista disse:

          Concordo com você! É impressionante a distorção dos fatos históricos-culturais-socio-economicos dados pelos fomentadores ao ódio judaico-cristão. Com essa gente não existe debate,é muito ódio, o problema nãoéo que eles defendem e sim o que combatem, por isso o raciocinio é tão impregnado de raiva e irracionalidade!

      • Sensacional abordagem, socioenvironmental! Mas no entanto golpistas utilizarão o “felizismo” (nazismo brasileiro) para enganar o povo que não estuda, como o Mauro Demarchi, envolvido por mentiras como o ‘nazismo ateu’, para ocultarem com cortina de fumaça as atrocidades das pessoas que você mencionou e outras, ainda ocultas mas com “mão de ferro” nesta história toda (lembra do Mensalão?). Não sei se sabe, mas o “felizismo” já fez lei que proibe falar mal do costa quente. Democraciam? Este papel eles já usaram no banheiro!

    • keila disse:

      Não gosto de toda essa situação, não por achar que será dado um golpe de estado, como ridicularmente estão tentando aterrorizar as pessoas. Sou Cristã, acredito em um Deus vivo e que sim, deixou uma verdade para ser seguida, mas Ele mesmo diz que não será pela força, então por favor, menos. Queremos o direito de viver o que acreditamos sem sermos ofendidos e atacados. Acredito que Deus fez o homem para a mulher e vice-versa, mas isso nunca me fez destratar algum homossexual, tenho vários colegas assim e não deixei de gostar deles por isso, repito ainda que não concorde, respeito. E eu sou respeitada? Todos os que conheço foram criados com a mesma educação heterossexual, e agora simplesmente tenho que concordar com meus sobrinhos assistindo beijos, agarros de pessoas do mesmo sexo como se fosse a coisa mais certa ou comum, desculpas, mas não podem exigir de nós o que não podem dar. Não sou a favor de ofensas, só acho que se fosse um homossexual no lugar do feliciano também teríamos gente insatisfeita. É assim mesmo, nunca se agradará a todos. Por favor, antes de sair dizendo que queremos acabar com a multiplicidade religiosa em nosso país através de golpes, pensem, repensem e se ainda for preciso repensem mais um pouco, pois isso pode causar um mal muito grande, onde com certeza interesse de poucos será privilegiado. Deus é amor, não somos perfeitos, mas buscamos aprender com esse amor e dividi-lo com outros. Prestem bem atenção em quem fala em guerra, golpes, para ver o que está por trás.

      • Jonathan 'Hamelin' Malavolta disse:

        Keila, deixe de ser hipócrita! A minha sexualidade não é afetada apenas por que vejo um casal do mesmo sexo andando de mãos dadas, abraçados, trocando carícias ou se beijando, nem tampouco se eu souber com quem meu vizinho faça sexo, se com homem ou com mulher. Igualmente a sexualidade de minha esposa ou a de meu filho. Sexualidade é algo pessoal, intrínseco e inerente do indivíduo em questão, ela não afeta a sexualidade do próximo e nem é afetada. A não ser que a sua suposta heterossexualidade seja frágil, não seja TÃO HETEROSSEXUALIDADE assim. No mais, o que a população LGBT quer é única e exclusivamente respeito e não ser ofendidos ou agredidos quando expressam afeto em público. Ou você, como hétero, é proibida de demonstrar afeto em público? E por favor, “demonstração pública de afeto” não é “transar em público” para que seja chamado de putaria. Menos, Keila, menos. Assim como cis-heterossexuais estão pouco se fodendo se homo, bi e trans concordam ou discordam da cis-hétero, quem é homo, bi ou trans igualmente está pouco se fodendo se auto-proclamados cis-héteros concordam ou não com seu modus operandi na cama. Então sem essas de “direito de discordar” e “estão querendo que concordemos à força”, o que tal parcela da população quer é apenas igualdade de direitos, ou seja, não ser ofendida, agredida, expulsa de escolas, demitida de empregos, impedida de freqüentar locais públicos ou assassinadas APENAS por serem o que são. Sem mais!

        • Adauto Gonçalves disse:

          Apenas isso! Muito bom! Gostei do que voce escreveu, Jonathan!

      • Ricardo Jimenez disse:

        Você além de não se ater ao assunto tratado ainda aproveitou para destilar sua homofobia. Lamentável.

  2. JOSÉ EDUARDO DE MIRANDA disse:

    QUE LAMENTÁVEL O QUE ESTÁ ACONTECENDO EM NOSSO PAÍS, MAS ELES NÃO VÃO CONSEGUIR, SOMOS MAIORES QUE ESSES LOBOS EM PELE DE PASTOR, ESSES LADRÕES EXPLORADORES DA FÉ, NÃO VÃO CONSEGUIR, JÁ VENCEMOS INIMIGOS MAIORES E MAIS PODEROSOS, ESSE PAÍS TEM QUE ACORDAR.

    • Rogério Valerio disse:

      É isso mesmo, não vão conseguir, já passamos por coisas piores e tínhamos menos recursos, mas agora temos mais, vamos usar nossas habilidades seja com arte, seja com palavras seja com luta, o povo brasileiro tem que se levantar e mostrar que não somos nós que temos que servir o governo, mas o governo que tem que servir o povo!

    • Texto mal escrito cheio de lugares comuns e slogans do fundamentalismo esquerdista nazistoide e comunistoide. Deveria ser excluído das postagens.

        • Concordo plenamente, pois esse seu comentário Mauro Demarchi, dessa vez deixou evidente que você está usando de oportunismo contra qualquer apoio ao estado laico, são comentários assim que só estimulam a imobilidade social e a acomodação no sistema. Por quer invés de ficar aí parado você não engrossa os protestos contra os fundamentalistas que estão no poder? Tem algo contra?

          • Adriano, talvez o mauro demarchi (a grafia do nome em minúscula é de propósito) seja algum pastor, ou “coisas” do tipo, mais um bitolado/alienado pela religião cristã (existem cristãos não bitolados e psicóticos), e as verdades que ele está lendo aqui, o estão deixando com ódio porque ele deve estar com medo de se libertar da ignorância, ou, talvez, algum psicopata religioso dará a ele algum cargo na ditadura teocrática cristã, se deixarmos ela vingar, e com isso ele irá sentir tesão/prazer em ver os diferentes -negros com sua cultura considerada demoníaca, indígenas na mesma situação, homossexuais, artistas/atores/intelectuais esclarecidos, judeus, muçulmanos, budistas- serem torturados e mortos em campo de concentração teocráticos.

          • eduardo batista disse:

            O único fundamentalismo dominante que existe nesse país há muitas decadas( por meio das mais diversas leis), é a que vêm da Onu( grandes capitalistas( grupo bildberg: Rockfeller,George soros,Ford…………), Socialismo fabiane e Marxista( fazem jogo duplo), foro de SãoPaulo( Grupo de esquerda da America Latina),e poraí vai… Os fundamentalistas são os que menos tem poder nesse país, não só nesse país, mas no mundo inteiro. Os problemas nacionais são os mesmos que ocorrem no mundo inteiro( os donos do dinheiro e do poder lutando contra as religiões tradicionais de cada lugar). O que mais é revoltante é a inversão da posição dos agentes!

            • Jonathan 'Hamelin' Malavolta disse:

              Eduardo, não discordarei de sua opinião, o Capitalismo ele é por um lado bom pois nos traz a sensação de liberdade mas por outro lado é ruim, uma vez que nos prende alienadamente ao consumismo desenfreado através de propagandas (e diga-se de passagem, consumismo este do qual não precisamos de fato, na maioria das vezes). Agora, dizer que o fundamentalismo é o menor dos males, e ainda por cima sem analisar que o fundamentalismo também é alienante e também faz uso do dinheiro (de grandes somas) para tomar o poder é passar atestado de deficiência visual. Desculpe a franqueza de minha opinião mas é o que penso, não vejo o fundamentalismo nem como menor nem como maior, vejo como do mesmo tamanho do Capitalismo (e do mesmo perigo também).

              • eduardo batista disse:

                Jonathan, o capitalismo quando encontra um governo “verdadeiramente liberal”, ele prolifera, gerando resultados positivos em todas as areas e em todas as classes sociais. O problema do capitalismo é quando ele encontra em países sub-desenvolvidos como no Brasil, a facilidade de penetração quase que total no seu mercado, devido a fragilidade tecnologica que existe. Há tempos que os grandes capitalistas investem pesado na Africa e America Latina no Marxismo cultural,pois é através desse Marxismo imposto de cima pra baixo que prevalecerá uma forma economica sustentavel para os governos dominates e para os grandes capitalistas. O jargão cultural é o ódio ao “imperialismo americano”(contraditorio né?),laicismo, aborto, feminismo, e outros ismos que paralisam a inteligencia de uma população que esquece de avançar em assuntos de ordem geo-politica atual, para cair em armadilhas que desunem uma nação em pró de interesses da esquerda mundial e do capitalismo ocidental, achando que lutam contra as religiões tradicionais. Essas, são a única esperança que um dia possamos viver em comunhão. E nenhum pastorou padre representam o cristianismo, sendo especifico em relação ao tradicionalismo brasileiro.

      • Alexandre Natalio disse:

        Que vergonha hein Mauro, você fez um comentário totalmente ignorante anteriormente… não teve nem o trabalho de tentar dialogar com as diversas repostas que derrubaram todos seus argumentos “cheio de lugares comuns” … E agora me solta essa, só porque você se dá omtrabalho de comentar os texos se é só pra isso que seus comentários servem

        • Alexandre Natalio disse:

          ***”…porque você se dá ao trabalho de comentar os texos se é só pra isso que seus comentários servem”

      • thomas disse:

        quem deveria ser excluido é vocÊ facistóide religioso

      • Loren disse:

        Eu excluo todas as religioes da minha vida e não quero que tentem impor nada, absolutamente nada religioso através de políticos, leis e politicagens, ainda mais por se tratar de dinheiro meu, da minha familia, amigos e demais compatriotas , que esta pagando para esse monte de bandidos ( sim! Todos ficha suja ) gritarem insuportaveis perdigotos religiosos que para a populaçao não servem para PORRA nenhuma. Basta desses abusos aos cidadãos brasileiros! Trabalhadores de todo o Brasil, uni-vos contra essa escumalha que invadiu a política brasileira!!!

      • Mais ditadura leiga, Mauro? Primeiro estuda sobre o que vai falar, depois TENTA postar ditadura na net.

      • marcos, voce é q é um idiota!!! sequer sabe o q é política dizendo q nazista é ateu!!!! ateu é gente boa, religioso é q não presta pois se acha DONO de deus e quer mandaar nos homens.
        é tão babaca que diz ser o nazismo de esquerda!!! BURRO!!! IMBECIL!!!!

  3. fátima frank disse:

    precisamos nos mobilizar!!!!

    • Con cordo, as redes sociais são ótimas para promover protestos contra tentativas de eliminar a democracia, por isso depois daqui, sugiro nos unir aos milhares que estão protestando contra Feliciano e outros canalhas!

  4. Diego caruso disse:

    Reclamar somente no facebook vai adiantar?
    Fácil é reclamarmos dentro de nossas casas no conforto do teclado; quanto desses que estão aqui postando isso e aquilo, saíram ou sairão as ruas para protestos?

  5. Zé Celso, receba meus cumprimentos pelo texto e meu propósito de lutar junto com você e com os camaradas artistas na luta contra estes calhordas vestidos de terno. O Brasil ainda será o maior país do mundo, mas isso depende de nós!!

    • Texto mal escrito cheio de lugares comuns e slogans do fundamentalismo esquerdista nazistoide e comunistoide. Deveria ser excluído das postagens.

      • MAURO É NEURÓTICO, repete as coisas constantemente!!!! procure um psicólogo biruta!

  6. Onde esta o discurso, posicionando-se a respeito, do sr. Senador Suplicy, do senhor Antonio Bicudo, do ex Fernando Henrique Cardoso, do senhor Gabeira, da dona Martha Suplicy, dos PSDbistas, da senhora Fernanda Montenegro, do Chalita, etc e tal? ? ?

  7. Robson Silva disse:

    Vejam aqui todo o P-U-R-O e C-Í-N-I-C-O__ F-A-L-S-O M-O-R-A-L-I-S-M-O e a profunda H-I-P-O-C-R-I-S-I-A dos F-A-C-Í-N-O-R-A-S da F-É e da C-R-E-D-U-L-I-D-A-D-E do L-E-G-I-S-L-A-T-I-V-O__ B-R-A-S-I-L-E-I-R-O. Eis aqui as F-I-C-H-A-S__S-U-J-A-S da B-A-N-C-A-D-A__N-A-Z-I-E-V-A-N-G-É-L-I-C-A, nada a se estranhar, nada mesmo. Quem disso cuida disso usa, já dizia minha avó!

    “Conheces teu inimigo e conhece-te a ti mesmo; se tiveres cem combates a travar, cem vezes serás vitorioso. Se ignoras teu inimigo e conheces a ti mesmo, tuas chances de perder e de ganhar serão idênticas. Se ignoras ao mesmo tempo teu inimigo e a ti mesmo, só contarás teus combates por tuas derrotas.” Sun Tzu

    http://www.pragmatismopolitico.com.br/2012/06/paladinos-da-moralidade-parlamentares-evangelicos-sao-campeoes-em-pendencias-judiciais.html

    • Também de Sun Tsun: “conhece a fraqueza de teus inimigos e vencerás a guerra”. Já sabemos o ponto fraco de Feliciano e outros feito ele, agora temos que usar isso contra eles!

  8. Robson Silva disse:

    O reacionário fanático religioso é apenas um mero canalha cínico e covarde que usa dos mais ignomínios subterfúgios sub-reptícios das entranhas intestinas mais pútridas da religião, para, em ato escatológico explicito, defecar em diarreia pela boca, toda a podridão que guarda dentro de si, mas não tem a coragem, a honradez, nem a menor hombridade de assumir que são suas.
    Não passam de sepulcros caiados por fora, mas completamente podres, infectos e fétidos por dentro. Gente asquerosa e abjeta, que perdeu toda a qualidade humana para se transformar em dejeto de hipocrisia, resultante de reiterada má digestão fruto de lavagem cerebral.

  9. Olhos para ver ! As tramas com suas armadilhas e suas Evoluções
    sao sempre as mesmas . Mudaram so’ os personagens ! Querem nos condenar ‘ a um terceiro- mundismo fundamentalista ditatorial ! E’ um golpe ou a Preparação do mesmo ! Te amo Ze’ como amei muito teu Irmão Luiz com quem trabalhei ! Voce e’ a Personificação da arte neste pais ! Bjs Love

  10. genild moraes disse:

    puro exagero dos senhores sera que tenho que ser gay para ter direito nesse pais

    • Luiz disse:

      Você fala como se ser gay fosse garantia de bem estar no Brasil. Você é burra mesmo ou desonesta? Os grupos minoritários, não somente os LGBT, são oprimidos, violentados, calados, todos os dias. “Preciso ser gay para ter direitos”????? O que significa isso?

  11. Wanderley Rocha disse:

    O que estamos assistindo é a notória carência de lideres sérios em nosso país. Aqueles que podem assumir essa posição (heróis), face a notoriedade que gozam, temem assumir posições em causas de importância pertinentes que possam leva-los a arriscar perder consumidores de sua arte e assim diminuírem sua fortuna. Em uma constatação do seu momento, Cazuza, sem saber, nos deu uma visão profética: “Meus heróis morreram de overdose. Meus inimigos estão no poder”. Os heróis de hoje estão mortos, estando vivos, engolfados na suas fortunas, vaidades e covardias.

    • Jonathan 'Hamelin' Malavolta disse:

      Não, Wanderley, Cazuza não foi profético, ele cantou o seu tempo, já que viveu dentro da ditadura militar. O fato de suas palavras se enquadrarem nos dias de hoje não significa que ele tenha sido profético de algo, mas sim que estamos voltando à ditadura, desta vez, teocrática (embora eu não duvide que esses calhordas de chezuz façam uso, algum dia, de forças militares para barrar liberdades individuais; e não precisa voltar muito ao passado para verificar isso não, faz pouco tempo que Feliciano mandou prender um dos manifestantes e socar o porrete – como gosta de asneirar o Maldafala – nos demais).

      Amplexos sinfônicos!

      (a) Jonathan ‘Hamelin’ Malavolta, músico, escritor, poeta e enxadrista e também um ateu filho e amatrimoniado de cristãos incorfomado(s) com a atual situação do país.

      • Rachel disse:

        É verdade, Sr. Jonathan “Hamelin”!!! Onde Cazuza se encontra hoje em dia mesmo?? Morreu o pobre “gay injustiçado pela política ditatorial” de que mesmo?? Deixa de ser hipócrita…um País, no qual o seu próprio povo não sabe viver as suas tão sonhadas liberdades sociais, morrerá da ignorância e da falta de sabedoria em conduzir suas próprias vidas e liberdades tão queridas. Não são pelas atuais leis que vigoram neste País (e olha que são milhares delas, hein!), que estamos nessa merdalina não, meu querido….é pelo povo que não sabe se comportar frente a tão sonhada mudança em certas PLCs da Câmara! Querem que o País vire um “bundalelê”?? Vão em frente, façam! Depois, chora na caminha, que é lugar quente.

        • Jonathan 'Hamelin' Malavolta disse:

          Me responda VOCÊ do que ele morreu, cara Rachel! Aliás, Rachel de quê? Eu pus meu nome completo, como muitos que responderam fizeram. Que tal você pôr sua identificação completa também? Que tal deixar de ser covarde e dar a cara a tapa, como nós estamos fazendo? Exponha nome E sobrenome. Ou lhe falta coragem? Caso a desmiolada – e covarde – Rachel não saiba, o primeiro coquetel anti-AIDS (patologia que vitimou nosso eterno Cazuza) só começou a ser TESTADO (veja que redigi “testado”, não “comercializado”) em ratos (e posteriormente em seres humanos) somente da primeira para a segunda metade da década de 1990, quando Cazuza já estava morto e enterrado fazia tempo. Quem conheceu Cazuza, sabe que este ícone do Rock brasileiro contraiu tal patologia na década de 1970, e quem estuda ou estudou Medicina (como fizeram meu avô e dois primos, primos estes que são doutores DE FATO, ou seja, não são chamados de doutores por historicidade ou respeito da população, SÃO MESMO DOUTORES. Acaso a senhorita Rachel covarde sabe que figura vem a ser o “professor-doutor”?), não só sabe que naquele época NÃO EXISTIAM medicamentos de combate à AIDS, bem como sabe que a expectativa de vida de um aidético à época não chegava a 5 anos. Considerando-se o ano em que Cazuza contraiu a AIDS e os meus próprios 36 anos de vida e as condições de um aidético na época, sequer era pra eu ter ouvido tal ícone cantar alguma vez, visto que 1970 mais 5 resulta em 1975 e eu vim nascer somente em 1977. Considerando-se as condições da AIDS na referida época, ele viveu muito até. Um mártir. E se quer saber, prefiro ELE como exemplo, mesmo sendo gay e aidético, a você, já que ELE não era covarde, visto que sempre enfrentou os políticos militares de seu tempo e nunca escondeu sua identidade, seu nome, seu sobrenome, seu rosto. Bem diferente de muitos “analistas” da internet (analistas que não tem um milésimo da coragem, da audácia que Cazuza teve).

  12. Zena disse:

    Olá
    Seria bom estender a parte do projeto para acabar com o estado laico, dizer do que se trata, afinal. Senão fica parecendo um daqueles textos que os fundamentalistas gostam de fazer circular para espalhar o pânico.

  13. Concordo plenamente com a idéia de que toda essa movimentação são frutos podres de mentes golpistas com o intuito de fundar a “república teocrática fundamentalista cristã do Brasil” e isso não podemos nunca permitir. E, parabéns pelos 76 anos de muita luta e criatividade.

  14. Texto mal escrito cheio de lugares comuns e slogans do fundamentalismo esquerdista nazistoide e comunistoide. Deveria ser excluído das postagens.

    • Jonathan 'Hamelin' Malavolta disse:

      Comentário mal escrito cheio de lugares comuns e slogans do fundamentalismo direitista cristóide e deístóide. Deveria ser excluído dos comentários.

      Pronto, Mauro Demarchi, fiz você provar seu próprio remédio. Vamos ver se agora você sossega o facho e aprende a usar o encéfalo que tem dentro da cachola (ao menos para tentar ser mais criativo nas desculpas para defender a porra do fundamentalismo religioso).

        • Jonathan 'Hamelin' Malavolta disse:

          Reparou que depois que usei Psicologia Reversa com ele, o mesmo parou de vir aqui atormentar? Kkkkkkkkkkkk

  15. Vaticano, Irã, israel são estados teocráticos. Teocratas não são democratas nem livres. Teocratas, autocratas,racistas, latifundiários, monocultores, biocidas, homófobos, madeireiros, mineradores, banqueiros são agentes da sifilização merdocrática planetária e do estado merdocrático de direita no Brasil e sempre deixam mortos por enterrar, vítimas, feridos, doentes e enfermos por cuidar e estragos por consertar desta insanidade sifilizatória. Zé Celso tamujuntu e celebro os teus 76 e os meus 75. No passaran.

  16. Jonathas Ataide disse:

    O estado é laico, mas não LAICISTA, não confundamos ok. Além do Brasil ter maioria cristã, aqui no nosso país é resguardado o direito de que cada um pode seguir a crença que quiser. Estão querendo mudar o padrão cristão da sociedade ocidental para o modelo ateísta humanista, alegando a questão do Estado Laico. (sem cabimento)

  17. Beatriz M.T. Zacarelli Parreiras disse:

    Querido Zé,

    Em primeiro lugar, você é uma pessoa que admiro e respeito muito, como artista, intelectual e gente. Você é o meu querido amigo.
    Eu acho que este sujeito – o tal pastor tem ganhado visibibilidade, que é justamente o que ele quer. Ele tem apoio dos fundamentalistas desses igrejas, que proliferam a cada dia através da ignorância do povo que precisa de um deus a qualquer preço. Hoje eles são despejados aos montes em nossa sociedade e as igrejas estão aí em todas as esquinas. Falam o nome de deuas a cada tres palavras e são uns chatos com viseiras, que passam por lavagens cerbrais pelo menos 3 vezes por semana, para ouvirem a verborréia despejada pelos pastores bem preparados e mal informados. O povo precisa de um deus a qualquer custo, porque não querem pensar, não querem ler, não querem criar ou fazer qualquer coisa em nome da vida e não olham para mais nada. São egocêntricos com este pastorzinho de merda, que só quer visibilidade e não está nem aí com a ética e os direitos humanos.
    Para mim, ele não passa de um boi de piranha, que está deixando passar outros fatos de corrupção tão importantes quanto o caso deste cargo mal dado, assim como tantos outros. E usam a palavra democracia para todas as asneiras que acontecem.
    Eu tenho medo da ditadura, mas também do fundamentalismo do PT, que tapa os olhos dos pobres enquanto a nossa economia está indo por água abaixo… Infelizmente para nós, que não temos mais em quem confiar para dirigir este país.
    Atualmente não acredito em nenhum político e voto nulo, com um medo danado de um novo golpe militar.

    Beijos
    Bia Parreiras

    • Ariane Fuccilli disse:

      Concordo com você!
      Tenho medo de fundamentalistas!!!

  18. Frear a ação deste e de outros grupos fundamentalistas contra o que resta da democracia é nossa tarefa, afinal se acontecer um golpe de estado movido por fundamentalismo cristão, será nosso dever sermos a resistência, pois onde houver repressão, haverá resistência!

    • Jonathan 'Hamelin' Malavolta disse:

      Topa uma resistência armada? Eu estou disposto.

  19. Cristão determinado disse:

    Parabéns! Deveríamos sim ter um estado não laico! Porque ser laico quando uma grande parcela da sociedade nacional se diz católica e protestante? Acabando com laicismo finalmente teremos o direito de expor nossas opiniões sem que um bando de gente que não respeita os direitos dos outros, tipos os LGBT´s, parem de criticar o direito alheio a expressão. A Constituição Federal de 1988 diz que todos são iguais parente a lei. Então, nada de querer criar leis contra homofobia se o cara que agredir ou matar um gay deve ser punido da mesma forma, diga-se de passagem exemplar, se o inverso ocorrer (um gay matar um hetero). Em um País onde todos são iguais é o maior absurdo determinadas coisas não puder ser combatida a luz da bíblia. Não sou a favor de Feliciano quando ele se refere aos direitos das mulheres ou a questão dos negros. Mas, sou a favor quando ele (SILAS TAMBÉM) tentam combater as práticas homossexuais a luz da bíblia. O direito a religião, sem ofender as minorias, deve ser respeitado.

    • Jonathan 'Hamelin' Malavolta disse:

      Deixe a mão de ser mentecapto, 88% da população brasileira é cristã, logo o direito à liberdade religiosa – e de arreligiosidade – não serve à sua crença, energúmeno! Ele serve para proteger nós ateus e os praticantes das demais crenças da perseguição que SUA RELIGIÃO promove. Ele serve para me proteger, como ateu, da falácia de um boçal como José Luiz Datena e a emissora de rádio e televisão Bandeirantes, que o primeiro declarou e a segunda transmitiu, dessa falácia verborragéica inútil de que ‘quem não tem deus – vai em minúscula mesmo, seu comentário asqueroso me fez perder por completo o pouco de respeito que ainda tinha por SUA RELIGIÃO (SUA, não MINHA), que é pra você deixar de ser besta – no coração não tem limites morais’; ela serve para defender o brasileiro praticante de umbanda dessa falácia escrota de que a religião dele é demonista, só a sua é aprovável do ponto de vista ético e moral; ela serve para proteger o kardecista dessa falácia horripilante (para dizer o mínimo) de que ‘espíritismo é coisa de demônios’; ela serve para proteger estudantes de alquimia, cabala, astrologia e outras vertentes das assim chamadas Artes Divinatórias, Ciências Ocultas ou Ciências Esotéricas dessa falácia sórdida, abjeta e cretina de que ‘adivinhações são obra do maligno’. Então cale a porra da sua boca, filhote de uma puta sem noção! Se 88% da população é cristã, isso significa que a lei de proteção ao culto religioso não protege o Cristianismo e sim que o impede de perseguir os 12% restantes da população, composto por nós, ateus, agnósticos e céticos, e pelos praticantes de religiões não cristãs (e até mesmo de religiões cristãs minoritárias, como o bem lembrado kardecismo). Vá à merda e enfie seu comentário de “direito de defender a bíblia” no cu e rasgue! Pamonha!

    • Convém re-análise deste percentual, dado o FATO de que somos obrigados ao batismo ao nascermos, quem não possui uma outra religião ancestral. Se colocarem pessoas maiores de 21 anos de idade, independentes na pauta, a realidade é outra! Isto ignora também os milhares (senão milhões) de praticantes da fé afro-brasileira, num todo, vinculados principalmente às orígens, pouco considerados nestas pesquisas!

      • Jonathan 'Hamelin' Malavolta disse:

        Sim, é verdade. Eu mesmo fui batizado e ainda fui obrigado por essa sociedade hipócrita a assistir aulas do tal Catecismo (no qual nunca botei o mínimo crédito). Meu consolo era que assim ao menos podia questionar diretamente às freiras da escola onde estudava em busca de evidências do que a gibíblia imputa na mente alienada de muitos.

    • cristão determinado voce é um imbecil… deve dar seu dinheiro para engordar o safadão pastor da bodega que voce compra deus… analfabeto não sabe o q diz… combater práticas oq??? e tu pode mandar em ninguém?? se o cú é do fresco, que tu tem a ver com o dele??? ou voce ta com inveja???? tome conta do seu e deixe o dos outros em paz!!!
      e mais: diz a sua tal briba salgada :”não julgueis pra não ser julgado”””” é melhor ficar calado…

      • Jonathan 'Hamelin' Malavolta disse:

        Mandou bem! Queria que tivesse opção “curtir” por aqui, como tem no Facebook. Garanto que seria senão o primeiro um dos primeiros a curtir sua resposta ao Determinado.

    • Mateus Valadares disse:

      Cristão vc tb ta querendo da golpe de estado? Ou é so verborragia fascista mesmo ? Obrigado por me excluir do estado por ser de religião de matriz afro-brasileira… É cristão, se Cristo voltasse com aquele papo subversivo e socialista dele vc seria o primeiro a crucifica-lo. Pra saúde dele, melhor ele não voltar.

  20. Luca disse:

    O talibã evangélico esta organizado se preparando para dar um golpe no pais! Vamos ter que lutar pela democracia.

  21. artes1975 disse:

    Cara que comentário tolo… se um “gay” matar um hetero, é um assassinato comum; se ele o fizer por causa de sua opção sexual é bem diferente, é um crime de ódio, tal como matar pela etnia. O direito a religião que vc defende, é o direito (e orbigação) à sua religião, não? O direito de todos serem iguais perante a lei não tem NADA a ver com a bíblia. Então porque não julgar as pessoas segundo o Alcorão? Ou segundo a Torá? Você é livre, graças a Deus, em viver em um país laico, aonde vc pode professar sua religião sem perseguições. Então que tal se as leis forem católicas? Teremos imagens de santos nas escolas, repartições públicas; as crianças farão orações católicas e assistirão à missa nas escolas. Você concorda? Duvido, vc quer é empurrar a SUA religiãopara os outros. Quer “combater as práticas homossexuais a luz da bíblia”, o faça em sua igreja ou em sua vida particular, segundo suas crenças, e resepitando os limites legais de um estado laico (que é o direito do outro não concordar com o que vc diz). Vivemos em um país no qual todos tem a liberdade de professar a religião que quiser e a obrigação de respeitar as demais. Que hipocrisia! Você quer ter o direito de expressar a sua opinião (e o tem, como o está fazendo aqui), mas quer negar o desejo dos homosexuais de expressarem o seu? Olha a tua trave amigo…

  22. Rafael disse:

    Parabéns pelo lindo texto, não esperaria mais que isso num dia lindo de seu renascimento. Renascimento difícil nos dias de hoje. Convida-nos a nascer mais e mais, num mundo melhor.

  23. Fernanda Tersi disse:

    Amo vc Zé Celso!!!

    Com toda a força de meu ser…

    Salve sua luz!!!

    Evoé…

  24. Marcelo fILOSOFO disse:

    TEnha Do. Estado laico, convive e respeita o saber filsoofico e religioso, mas ambos separados. Nao como haver fundamentalismo religioso SO SE EXISTISSE UMA RELIGIAO UNICA. com foi n idade media E UAM INSTITUICAO.

    V A M O S E STUDAR POVAO, PEGA LIVRO, LER FILOSOFIA, sem ser papagaios de PARTIDOS.

    • Jonathan 'Hamelin' Malavolta disse:

      Como qualquer pessoa decente que tenha formação em Letras (com Mestrado, inclusive) faço isso de ler livros desde que me conheço por gente (sempre gostei); como autodidata em Filosofia, estou fazendo minha parte pelo exercício desta. E como anarquista que se preza, não me prendo a partidos políticos. Por que perderia meu tempo defendo qualquer um? Nenhum vale nada mesmo.

  25. Marcelo fILOSOFO disse:

    1- SO E POSSIVEL , haver Fundamentalismo Religioso SE EXISTISSE UMA RELIGIAO .
    2- EM nossa ERa na INSTITUICAO RELIGIOSA e DESCENTRALIZADA… rs

    V A M O S E STUDAR POVAO, PEGA LIVRO, LER FILOSOFIA, sem ser “PAPAGAIOS” de PARTIDOS.

    JURISTA IVES GRANDA: SOBRE ESTADO LAICO

    • Fascinante! Fica 18 minutos falando do ABORDO como desculpa para um NAZISMO (que ele menciona de dor “ínfima” em comparação com a do aborto)!!!!! Ele coloca família em destaque, valores morais que ATUALMENTE fomentam a nossa sociedade, religiões que “perdoam” criminosos que muitas vezes no aperto voltam a praticar o crime e ESQUECE de falar que estes mesmos valores são os MESMOS que são “ensinados” em cadeias a ladrões e assassinos que (perantes os mesmos “valores morais”) saem rapidamente da cadeia para formarem grupos PCC, Comando Vermelho e tais à colocarem em risco A VIDA de pessoas já longe do ventre materno. Outra coisa que Marcelo esquece de pautar é que o tema é a obrigatoriedade relgiiosa, NÃO o aborto!

    • Milton Francisco Moreira disse:

      Ninguém tem de “comandar” ninguém. Que Deus existe, não há dúvida. O que não pode acontecer, e que observemos parâmetros legais, baseados em crenças e fanatismos. Na Religião não temos de fazer proselitismo, cada um é Livre para pensar e Acreditar no que quiser, também Acredito que muitas vezes, extrapolamos a Liberdade, mas e melhor pecar por excesso do que por falta. Afinal as Igrejas já mostraram que não conseguem efetivar uma Sociedade Justa. Dr Ives, parece um deus falando, isto é muito comum, já que é uma pessoa de princípios, e sendo assim, tende a querer absolutizar as coisas. Cada Pessoa tem seu lugar no mundo, o dele é este. Parabéns.

  26. Marcelo fILOSOFO disse:

    IDIREITOS CIVIS x SEXUAIS e FALACIA POLITICA

    Essa exatamente e a questao. essa polemica se trata de FAlacia poltiica petista.
    os Diretos Civis dos homossexuais aj estao incluidos nos DIREITOS HUMANOS.
    assim, nao tem cabiMEnto toda elaboracao Da PLc 122 nem razao de ser. pois esta trocando:
    DIREITOS Civis por Direitos SEUXAIS.

  27. Rafa disse:

    Eu acho que o MP federal deveria ser comunicado sobre os comentários ofensivos á liberdade religiosa e possíveis crimes que, em tese, estão sendo cometidos neste local.

  28. Lud"ys disse:

    Parabéns, Zé Celso , excelente texto!
    Temos que combater sim, essa ofensiva monstruosa representada na figura desse senhor que hoje infelizmente está na comissão de direitos humanos. Não vem só dele, há uma ofensiva cristã muito violenta, moro em frente uma igreja que tem mais de 100.00 mil metros quadrados aqui no Rio de Janeiro.
    E Rafa não há nada para ser comunicado ao MP nao vi em nenhum momento ninguém ofender nenhuma religião, ofesna é alguém q assume a comissão de direitos humanos dizer que Africa foi amaldiçoada por Noé…

    • Rafa disse:

      Olha, eu não morro de amores pelo pastor. Mas temos também um mensaleiro no CCJ da Câmara Federal e os vários grupos que atacam aquele religioso (e não atacam o presidente do Irã, curiosamente) simplesmente se calam. Eu sei o porquê do silêncio, vocês tem idéia?

      • Jonathan 'Hamelin' Malavolta disse:

        Não apenas mensaleiro, um assaltante de marca maior também. Conta-se que já nos anos da abertura política o tal José Genoíno fora preso por assalto a mão armada e porte ilegal de armas, e quem passou a informação foi uma carcereira de uma delegacia da capital paulista (desconheço o nome da carcereira mas não duvido que a história seja verídica).

  29. alguem disse:

    filhos de umas putas esses evangélicos, bando de preconceituosos, vivem em mansões enquanto os fiéis deles comendo merda.

  30. Renato Valle disse:

    Preconceito e fascismo
    Publicado no Diario de Pernambuco no dia 7 deste mês de março

    Em cada relação humana há um pacto estabelecido. Em casamento, negócio, família, religião ou partido, há sempre um pacto. Para garantir um mínimo de estabilidade, cada sociedade estabelece leis visando evitar danos ou corrigir algum que, porventura, uma das partes venha sofrer. Cabe-nos apenas zelar pelas nossas relações e respeitar as dos outros. Numa comunidade não nos cabe julgar as escolhas de quem quer que seja; a intimidade alheia só diz respeito a ela mesma e quando casais, empresas, igrejas, partidos políticos, etc. se respeitam, o que é da intimidade dos outros não é da nossa conta. Vivenciar a democracia é algo bem difícil!
    Na contramão da liberdade, assistimos ainda hoje religiosos e políticos pregando e propondo o preconceito como regra a ser estabelecida e seguida. Recentemente em Uganda, por causa da pressão internacional, teve que se adiar a votação de uma lei que pretende instituir duras penas, como a prisão perpétua e a pena-de-morte para os homossexuais. A presidente do parlamento disse que “Os ugandenses querem essa lei como presente de Natal. Eles a pediram e nós lhes daremos”. Na Primeira Guerra Mundial em 1914, durante a semana que antecedeu o Natal, soldados alemães e britânicos trocaram saudações festivas e cantaram canções em suas trincheiras; na ocasião, a tensão foi reduzida a ponto dos indivíduos entregarem presentes a seus inimigos. O episódio ficou conhecido como Trégua de Natal. Situações semelhantes ocorreram em outras guerras no período Natalino! E esta senhora usa essa data simbólica, capaz de diminuir conflitos e paralisar guerras, para pregar todo o seu preconceito. Pior é encontrar para isso respaldo em parte da sociedade.
    Em 2004, após o tsunami devastar países como Indonésia, Sri Lanka, Índia e Tailândia, alguns pastores evangélicos afirmaram, em um de seus programas de TV, que essa tragédia atingiu países que “não aceitavam Jesus”. O crescimento significativo de igrejas dirigidas por pseudos-pastores do Cristo, capazes de usar o nome do maior exemplo de convivência pacífica e de tolerância para perseguir todos os que esses líderes fanáticos consideram pecadores é fato e possuir terreno fértil para isso não é privilégio de Uganda. Vale lembrar os grupos perseguidos pelos regimes de Hitler, Franco, Salazar e Mussolini, pois é inerente ao fascismo patrulhar e perseguir seus contestadores; esses sacerdotes, políticos degenerados e seus fiéis seguidores são sementes fascistas.
    Ano passado, em Olinda, centenas de “evangélicos” em uma atitude que lembrava a Idade Média, tentaram invadir um terreiro de Candomblé carregando faixas preconceituosas, forçando o portão e gritando ‘Sai daí, satanás’. Não podemos fazer de conta que tudo vai bem diante de fatos tão graves. O fascismo tem sementes espalhadas por toda parte, algumas brotando e outras esperando uma crise, para que o terreno se torne mais fértil. Alguém duvida? Olhemos a história desde a recente Uganda à Europa nazifascista do século passado e veremos que seria muita pretensão ou ingenuidade acharmos que estamos imunes a este mal.

    Renato Valle

    • Renato Valle disse:

      Bom deixar claro que existem Evangélicos e “evangélicos”, Pastores e “impastores” (impostores) e devemos ter o cuidado de não generalizar ou rotular alguém ou grupos. Deixemos esses erros para os impostores, falsos democratas e falsos profetas. Existem muitas Igrejas e vivemos em um país que ainda não é livre. Não podemos excluir ninguém! A construção de uma democracia pressupõe liberdade de crença e de não crença. O que acredito ser importante é exigir que nenhum representante de qualquer religião, seja padre, pastor, pai de santo, presidente de centros espíritas, etc., não possa concorrer a cargos eletivos. Acreditar em DEUS ou desacreditar nele é questão pessoal, escolha de cada cidadão. O Estado não é nem religioso nem ateu – é livre – para sermos todos livres, religiosos ou não. Não podemos esquecer também que isso é só um detalhe da nossa frágil e desequilibrada democracia e que nenhum presidente,eleito depois da ditadura, cumpriu a promessa de liderar uma grande reforma política neste país. Todos prometeram e falharam com medo de perder apoio dos seus comparsas nestas alianças sujas que estão tão viciados em fazer. Disso não escapa ninguém que passa pelo poder no Brasil. No fundo, o pastor Feliciano é uma cria do Zé Dirceu , que costurou as alianças com o que havia de pior na nossa política (seu partido veio de lá). Prometeu o céu se aliando aos diabos. Deu no que deu!

  31. Morgana Magalhães disse:

    Em novembro de 2012 eu estive no Rio de janeiro, para participar do ENUDS, Encontro Nacional Universitário de Diversidade Sexual e voltei ressaltando: “Eles vão declarar guerra aos homossexuais!” Eles, eu me referia à bancada cristã, Malafaia no RJ, e toda sua corja. Eu realmente já esperava algo parecido com o que acontece agora e não acredito que a substituição de Marco Feliciano por outro deputado do partido do PSC venha a mudar muito a situação instalada, não por eles serem cristãos, obviamente, sim por não admitir que tenhamos uma bancada de interesse religioso num estado laico. Porém toda critica que gostaria de fazer é muito mais profunda e começaria pela necessidade uma reforma política, mas há tempos que o caos já fora instaurado e agora precisamos de reformas pontuais como essa de extrema urgência. Não somos educados para votar na nossa infância nem adolescência, alias, nós somos educados? Digo a, educação que nos é de direito, sempre precária e sucateada, quando somos incentivados a exercer nossa cidadania, é sempre na perspectiva de alguma bancada política que nos é empurrada pelo “incentivador”, não somo instigados a conhecer nossos possíveis representantes e o passado político do nosso país é quase sempre contado como contos, não como uma realidade perdurada como deveria ser. Até mesmo nas universidades quase todas as representações estudantis são motivadas por carreiras políticas e não por defesa dos nossos direitos. Porém, voltando à pontualidade dos fatos, quero dizer que tenho medo, tenho muito medo de onde isso tudo pode chegar, por saber o que significa termos necessidade de ter um órgão que represente os direitos humanos. Será que alguém consegue entender a complexidade disso? Se vivêssemos um mundo sensato, seria obvio sermos respeitados, sem essa necessidade. Mas o fato é que isso é utópico e as coisas mal funcionam desse jeito. É bem difícil mensurar o que isso significa, gozando do conforto dos nossos tetos, apontando o dedo pras mazelas do mundo, sem entender que não é um opcional se ter oportunidade igual, todos os humanos nascem iguais, esse desequilíbrio nas relações sociais representa uma barbárie, representa que não estamos no caminho certo. Aí eu pergunto, vamos continuar só olhando?

  32. cerkvenik disse:

    se o estado é laico, pq temos feriados religiosos?

  33. Leila disse:

    Nunca vi tanta baboseira em um texto só… kkkkkkkkkkkkkkkkk estou rindo muito

  34. Ythallo disse:

    Amigos acho o texto escrito acima muito sério e necessário para uma reflexão real, necessária e profunda, os tempos atuamente estão beirando uma nova ditadura, e isso é muito sério. Lebrem da Marcha da Família com Deus pela Liberdade que ajudou a colocar os militires no poder em 64. Me pergunto e pergunto a todos, quem são de fato os fascistas?

    Tem um monte de gente que fica escrevendo seus comentários aqui pensando somente no próprio umbigo, escrevendo suas frases de efeito moral e não entram realmente na discussão (no caso por exemplo, de um cara que escreveu acima vários comentários chamando ateus de nazista e vice-versa e da mesma forma com os comunistas, acho que ele devia ir estudar um pouco mais [ATÉ PORQUE O ESTADO MONÁRQUICO, ESSE NÃO VOLTA MAIS NÃO…]).

    E sim, para evitarmos o fundamentalismo religioso é necessário um Estado Laico (que não tem nada a ver com ateísmo, pelo amor de deus).

  35. JP disse:

    “Esta ação política corresponde a um Golpe Militar no Estado Democrático Republicano Brasileiro,que há mais de séculos tem sido, felizmente, um Estado Laico.”

    Estado Laico? Falácia pura! Estado Laico que patrocina viagem da presidente Dilma Rousseff ao Vaticano para a missa inaugural do papa Francisco que custou aos cofres públicos 125.990,00 euros (cerca de R$ 324 mil).A diária da suíte presidencial do hotel em que a comitiva da presidente se hospedou custou cerca de R$ 7.700!!! Até para criticar os fundamentalistas o autor do texto tem que escrever com fundamentos!

    • Jonathan 'Hamelin' Malavolta disse:

      Não, não patrocinou. A Dilma simplesmente é uma LADRA, usurpou dinheiro público pra fazer essa viagem. Mas no que depender de minha pessoa, terá de nos devolver cada centavo do que gastou nessa viagem. Aguarde que em breve obterá notícias minhas.

  36. Lamentável julgarem uma pessoa somente por sua religião. Todos querem igualdade e liberdade, mas nesse caso não se aplica. Toda religião tem suas crenças, costumes e dogmas, devemos respeitar quem o pratica. Caso este homem não fosse conhecido por sua religião, seria apenas mais um. Porem não foi assim que ocorreu. Ele esta sendo julgado no pessoal, sua família vive coagida e humilhada, que igualdade e essa? Enquanto isso, corruptos e desonestos já conhecidos da politica assumem cargos de maiores escalões e peso em nossa sociedade.

    • flora rajão disse:

      renato, você está muito mal informado. primeiramente, porque o tal feliciano é conhecido não apenas pela sua religião, mas principalmente por ser um homem homofóbico, racista e sexista. você clama igualdade a um homem que luta fervorosamente contra toda igualdade social alcançada até os dias de hoje? leia e se informa mais. abraços.

  37. Igor disse:

    acho engraçado as pessoas dizerem sobre o lugar de pessoas e seu papel político. Entendo que quando alguns falam que os pastores deveriam se limitar aos púlbitos e igrejas (a questão está mais aflorada porque os políticos profissionais não quiseram essa pasta, sem importância para os tais, dos DH) eles dizem, também, que os médicos não devem também sair dos hospitais, os escritores de suas salas, os comerciantes de seus comércios, os engenheiros de suas obras…
    O atual governo criou uma massa de profissionais da política que representam os próprios interesses eleição após eleição. Só quem pode assumir papel político são os que estão lá desde que o Brasil se tornou “democrático”?
    Essa discussão já está passando dos limites democráticos e de liberdade de opinião e de expressão. A mídia está furiosa com um pastor mas aceita a corrupção e o enriquecimento de pessoas que nunca tiveram nenhuma ocupação que não política.
    As pessoas dizem tanto que o estado corre perigo mas essas mesmas pessoas batem palma para uma corja que desfruta de privilégios, controla a mídia, usa a máquina governamental para interesses próprios, sem contar na interminável cadeia de corrupção montada.

  38. ANGELA MARIA DA SILVA disse:

    O Brasil é um país laico. É uma cláusula pétrea da nossa Constituição. Não pode ser alterada pela vontade de um Feliciano qualquer, nem por uma emenda qualquer:

    CONSTITUIÇÃO FEDERAL DE 1988:
    Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:

    VI – é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias;

    Art. 60. A Constituição poderá ser emendada mediante proposta:

    § 4º – Não será objeto de deliberação a proposta de emenda tendente a abolir:

    IV – os direitos e garantias individuais.

    Só se os evangélicos derem um golpe de estado e rasgarem a constituição!

    • Jonathan 'Hamelin' Malavolta disse:

      É isso o que eles querem, Angela. Dar um golpe de Estado e usar a Bíblia no lugar da Constituição. Quando isso ocorrer, garanto pra você que serei o primeiro – ao menos em meu município – a parar na cadeia por afrontar o “Poder Público” de então.

  39. Cavalher disse:

    Nós já fomos alertados com a mera possibilidade de Russomano eleger-se prefeito de São Paulo. Agora estamos observando os movimentos nefastos de Feliciano.

    Vamos AGIR?

  40. Paulo Simões disse:

    Pô, Zé… vai trabalhar com teatro que nisso tu é bom e sou teu fã!

      • Jonathan 'Hamelin' Malavolta disse:

        Bruno Leite, ele não disse que a proposta da PEC é de um partido evangélico, ele disse que é de um político pertencente à bancada evangélica. Ou virá com a falácia de que todos os evangélicos são membros do PSC? Quiçá não existem evangélicos – e católicos – em outros partidos também? Orestes Quércia é católico, cristão portanto, e a vida toda foi do PMDB. Fleury era igualmente cristão e pertencia ao PSDB. E dentro do PV (que teoricamente deveria servir para formar uma bancada ecologista mas que até agora fez quase nada pelo meio ambiente) também tem culpa no cartório, já que parte de seus políticos são católicos e evangélicos. O PSC não é o único partido a ter cristãos e menos ainda o único a ter fundamentalistas cristão associados a ele, praticamente todos os nossos partidos tem.

      • Informações do site do Deputado:

        “O deputado João Campos (PSDB-GO), coordenador da Frente Parlamentar Evangélica, saiu há pouco da reunião com o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, dizendo que os evangélicos vieram cobrar uma atitude que garanta o funcionamento da Comissão de Direitos Humanos e Minorias. Segundo Campos, é atribuição do presidente da Câmara garantir a ordem dentro da instituição.

        O parlamentar afirmou que a Polícia Legislativa já sabe quem são os “dez baderneiros” que teriam tumultuado a reunião do colegiado nesta terça-feira pela manhã. Na opinião de João Campos, a polícia poderia impedir o acesso dessas pessoas ao Plenário. Ele reiterou que a bancada não quer que as reuniões da Comissão de Direitos Humanos sejam fechadas.

        Segundo João Campos, a bancada evangélica não considera que haja qualquer motivo que impeça a presença do Pastor Marco Feliciano (PSC-SP) à frente da comissão.”

        *********

        A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania aprovou a Proposta de Emenda à Constituição 99/11, do deputado João Campos (PSDB-GO), que inclui as entidades religiosas de âmbito nacional entre aquelas que podem propor ação direta de inconstitucionalidade e ação declaratória de constitucionalidade ao Supremo Tribunal Federal.”

        **********

        Além do mais realiza cultos e tem relações amistosas com o Presidente do Irã, declaradamente homofóbico.

        • Bruno Leite disse:

          O voto do relator da PEC 99/11, Bonifácio de Andrada, do PSDB de Minas, na CCJ é o seguinte:

          “VOTO DO RELATOR
          A Proposta de Emenda à Constituição em comento pretende ampliar o rol de legitimados para a propositura de ações (ação direta de inconstitucionalidade – ADI e ação declaratória de constitucionalidade – ADC), por meio das quais o Supremo Tribunal Federal exerce o controle de constitucionalidade de leis e atos normativos federais e estaduais (art. 103 da Constituição Federal).
          Considero perfeitamente aceitável as razões para esta Proposta de Emenda Constitucional, pois as associações religiosas representam um segmento da mais alta importância para a vida nacional, sendo adequada à ordem jurídica este tipo de contribuição visto que deverá partir de grupos de elevada influência na vida social do país.
          Há temas e questões que somente as lideranças religiosas podem focalizar tendo em vista as sensibilidades das mesmas para determinados assuntos que informam de maneira básica a prática do direito entre nós. A interpretação de muitas leis necessita da contribuição dos setores religiosos.
          Mas, não há porque se distinguir grupos religiosos, seja católico, evangélico, judaico ou maometano para fundamentar as razões da presente Proposta de Emenda Constitucional, pois o que se pretende democraticamente é estender a todas as entidades religiosas prerrogativas de participar do processo decisivo de manutenção da ordem jurídica no país tendo em vista os interesses morais de todas as crenças.
          Compete a este Órgão Técnico o exame da sua admissibilidade, a teor do disposto no art. 202, caput, do Regimento Interno da Câmara dos Deputados.
          Analisando-a sob esse aspecto, não vislumbro nenhuma ofensa às cláusulas invioláveis do texto constitucional, à luz do disposto no art. 60 da Constituição Federal. A proposta em consideração não ofende a forma federativa de Estado, o voto direito, secreto, universal e periódico, a separação dos Poderes e os direitos e garantias individuais.
          Verifico, ainda, que o número de assinaturas confirmadas é suficiente para a iniciativa de Proposta de Emenda à Constituição, conforme informação da Secretaria-Geral da Mesa.
          Não há, outrossim, nenhum impedimento circunstancial à apreciação da proposta em análise: não vigora intervenção federal, estado de defesa ou estado de sítio.
          Quanto à técnica legislativa, verifico que a PEC nº 99, de 2011, não observa o art. 12, inciso III, alínea d, da Lei Complementar nº 95, de 1998, alterada pela Lei Complementar nº 107, de 2001, que determina a colocação das letras “NR”, maiúsculas, entre parênteses, ao final do artigo alterado. A sua ementa também merece aperfeiçoamento para mencionar a “ação direta de inconstitucionalidade” e, não, apenas, “ação de inconstitucionalidade”. No entanto, caberá à Comissão Especial destinada ao exame da matéria corrigir as falhas apontadas, nos termos do art. 202, § 2º, do Regimento Interno da Câmara dos Deputados.
          Pelas precedentes razões, manifesto meu voto no sentido da admissibilidade da Proposta de Emenda à Constituição nº 99, de 2011.”
          http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/prop_mostrarintegra?codteor=998401&filename=Tramitacao-PEC+99/2011

          Bonifácio de Andrada é membro da Executiva do PSDB, como se pode ver no site oficial do partido, http://www.psdb.org.br/psdb/quem-e-quem/ .

          Já a conferência de assinaturas permite verificar que pelo menos 23 deputados do PSDB subscreveram a PEC 99/11, quase a metade da sua bancada de 53 deputados. O que faz do PSDB, na lógica do post do Zé Celso, o maior partido evangélico do Brasil – e talvez do mundo!
          A lista das 186 assinaturas confirmadas para a propositura da PEC 99/11 pode ser vista aqui: http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/prop_mostrarintegra?codteor=932692&filename=Tramitacao-PEC+99/2011

          Além do próprio Bonifácio de Andrada, encontramos lá as assinaturas do PRESIDENTE DO PSDB, Sergio Guerra; do SECRETÁRIO GERAL DO PSDB, Rodrigo de Castro; do 2º SECRETÁRIO DO PSDB, Alfredo Kaefer; além de outros membros da executiva nacional como Jutahy Magalhães, Andreia Zito, Otávio Leite e até o mensaleiro pioneiro Eduardo Azeredo.

          Mas lá tem também algumas outras assinaturas que vale mencionar. Lá está o ator Stepan Nercessian, o Leonardo Quintão (cuja candidatura à prefeitura de BH mereceu homenagens do Tom Cavalcante), o lutador Popó…

          É um saco de gatos. Consistência, mesmo, no apoio à proposta, é do PSDB. E, pra quem acompanhou o desenrolar das últimas campanhas em eleições majoritárias, isso não deve ser uma surpresa.

          É… já tô começando a aceitar essa tese de golpe de estado através da PEC 99/11.

          • Bruno Leite disse:

            Ainda está “aguardando moderação” o comentário-resposta que eu escrevi antes do comentário acima, onde eu reproduzo o voto do relator da PEC 99/11 na CCJ, deputado Bonifácio de Andrada, do PSDB de Minas e membro da executiva nacional do partido, além de fornecer os links para o referido voto e para a lista de assinaturas que autorizaram a porpositura da PEC, dentre as quais, além do próprio Bonifácio de Andrada, a do PRESIDENTE DO PSDB, Sergio Guerra; do SECRETÁRIO GERAL DO PSDB, Rodrigo de Castro; do 2º SECRETÁRIO DO PSDB, Alfredo Kaefer; além de outros membros da executiva nacional como Jutahy Magalhães Jr., Andreia Zito, Otávio Leite e Eduardo Azeredo.

            Bonifácio de Andrada vota pelo encaminhamento, e justifica assim:
            “Há temas e questões que somente as lideranças religiosas podem focalizar tendo em vista as sensibilidades das mesmas para determinados assuntos que informam de maneira básica a prática do direito entre nós. A interpretação de muitas leis necessita da contribuição dos setores religiosos.”

            Não consegui detectar na lista, que também inclui nomes como o do ator Stepan Nercessian e do lutador Popó (por isso um “saco de gatos”), outro partido grande que tenha apoiado com tanta consistência essa proposta.

            Peço, gentilmente, que os editores do blog verifiquem e liberem o comentário postado em 02/04/2013 às 7:45 PM, pela relevância das informações ali contidas. Afinal, quem são – de fato, e não na base do preconceito – os parlamentares que sustentam essa iniciativa.

            Um abraço.

  41. As pessoas PRECISAM IR AS RUAS. Vejo muita gente reclamando em redes sociais mas quando se trata de ir as ruas…poucos vão. Na ultima manifestação que teve em São paulo éramos poucos. Precisamos de toda a força possível. Dia 07 de abril, próximo domingo vamos para as rua snovcamente!!!!!!!!!!

  42. Marcus disse:

    O cara não fala nd com nd, joga uns assuntos no ar e fica pagando de gatão!

    Em primeiro lugar, a ridícula PEC 99/11 a qual o autor do texto não cita dispõe sobre a capacidade postulatória das Associações Religiosas para propor ação de inconstitucionalidade e ação declaratória de constitucionalidade de leis ou atos normativos e é de criação do governo PSDB, cujo autor foi João Campos.

    Em segundo lugar, acredito ser de extrema improbabilidade esta PEC passar, devido a própria inconstitucionalidade e discussão que ela irá gerar.

    Em terceiro lugar, na absurda e remota hipótese de ser aprovada, acredito q seria julgada inconstitucional pelo STF, através do próprio art. 103 o qual eles pretendem acrescentar o inciso.

    Em quarto lugar, supondo q tal PEC seja aprovada, q o STF não a julgue inconstitucional e td mais. Td o q ela vai fazer é acrescentar um inciso no art. 103 da CF a qual as associações religiosas poderão pedir q o STF analise se tal lei é ou não inconstitucional. Nada mais.

    O q acredito q tenha dado esse reboliço td é q o CCJ aprovou a admissibilidade, o q ta longe de dizer que a PEC foi aprovada. Mas veja só, tal assunto é realmente discutível. Assim como entidades sindicais podem propor ação de constitucionalidade ou inconstitucionalidade perante o mesmo art. da CF dentro das limitações dela, como uma lei trabalhista por exemplo.

    Agora, disso td q eu falei, vem o autor do texto e dizer que: “o Congresso agora vai votar por uma proposta-lei dos evangélicos Fundamentalistas pra derrubar o Estado Laico Brasileiro.” é de um distorção completa dos fatos.

    O texto da PEC em momento algum prioriza qualquer entidade religiosa, mas sim fala nela de uma maneira genérica.

    Daí ele vem falar da vinda de uma ditadura igual a de 64 e blá blá blá.
    Nunca o Estado Democrático de Direito esteve tão forte no país e é claro q devemos ficar sempre alerta a isso. Mas essa teoria da conspiração do autor não passa de um véinho querendo atenção.

    • Jonathan 'Hamelin' Malavolta disse:

      É você que não entende o que o autor diz, Marcos. João Campos é evangélico, e não, essa cláusula que ele quer criar com essa PEC não é para pedir ao STF que analise supostas constitucionalidade ou inconstitucionalidade de futuras leis, mas sim a de simplesmente mandar a figura do STF à merda e declarar o que seja ou deixe de ser constitucional de acordo com a Bíblia. E João Campos, mesmo sendo do PSDB e não do PSC, é Pastor evangélico neopentecostal. Acha mesmo que ele está criando algo genérico? Não acha que é MUITA COINCIDÊNCIA o projeto dessa tal PEC ter sido escrito SOMENTE APÓS o STF ter julgado favoráveis as causas da união homoafetiva e de determinados tipos de aborto, como por exemplo quando o embrião/feto é anencéfalo ou quando a gestação põe em risco a vida da gestante? Pense melhor, reveja seus conceitos. E o “veínho querendo atenção” aí de cima já era pai de filhos ADULTOS e provavelmente avô quando nós dois nem havíamos nascido ainda, ele viveu épocas ditatorias que nós, se pegamos, pegamos quando éramos bebês, não aprendemos portanto a identificar quando uma ditadura está a se instalar. Então, desculpe a franqueza mas, na boa, eu prefiro dar mais valor às palavras sensatas dele do que a um jovem como você que claramente está defendendo a sua religião e está achando que IMPÔR religiões a outrem é sinônimo de liberdade religiosa. Sem outros comentários para a notória confusão mental que você está fazendo.

      • Marcus disse:

        Defendendo minha religião, Jonathan!!??
        Eu sou ATEU!!!!
        Leia o texto do cara, é totalmente evasivo!!
        Sobre a PEC, em momento algum eu a defendi, muito pelo contrário, falei até q é INCONSTITUCIONAL!

        A questão é q não tem imposição nesta PEC como é relatado no texto e por muitos aqui, inclusive por vc! Vc por acaso a leu!!??
        O q eu acho um real absurdo é q seja Zé Celso, seja Feliciano, seja Malafaia, se sair falando borracha por aí, vai ter q ouvir a resposta!

        No mais, eu dei minha opinião como advogado, inclusive foi a forma q usei para esclarecer um pouco sobre o q é a ação direta de constitucionalidade/inconstitucionalidade.

        E o fato dele ser ou não mais velho não torna o texto dele melhor por isso.

        • Jonathan 'Hamelin' Malavolta disse:

          Não, não li a tal PEC. Porém, sei de conversas com idosos que me rodeavam (infelizmente hoje muitos já estão falecidos) que as leis da época da ditadura começaram como essa PEC está querendo começar, sem deixar claro no corpo de seus textos a que estavam querendo vir. Perto desses idosos, nasci ontem praticamente, porém isso não significa que eu seja trouxa. Duvido mesmo, e muito, que essa tal PEC será genaralista bem como duvido que ela não interferirá na vida privada das pessoas.

          • Marcus disse:

            Na verdade a ditadura militar veio de forma mais bruta mesmo.
            Te afirmo que apesar dos pesar, o Estado Democrático de Direito nunca esteve tão forte no Brasil.
            Sobre a PEC, ela já tem o texto pronto e te afirmo q é SOMENTE para as entidades religiosas ingressarem com ADIN/ADECON junto ao STF. Reitero q acredito q tal PEC seja inconstitucional, mas longe de ser a implantação da ditadura religiosa.

            • Jonathan 'Hamelin' Malavolta disse:

              Só por curiosidade, tem algum link com o texto dessa PEC?

  43. apollo natali disse:

    Robson Silva, tenho mais uma do Sun Tsu, da “Arte da Guerra”. No combate à intenção de se impôr um Estado fundamentalista no Brasil (livrai-nos desse Mal, Senhor, assim seja).podemos seguir a sugestão do general Sun Tsu: faça para o teu inimigo o que ele não espera que você faça. Não sou tão inteligente para armar uma estrategia de guerra como essa contra o Estado religioso. Então, uma pergunta: o que se pode fazer que os felicianos, malafalas e outros que tais não esperam que lhes seja feito? As manifestações que leio são mais picuinhas sobre catolicismo, protestantismo, ateismo, nazismo, mas a discussão principal é esta: Vamos pensar numa maneira de fazer o que os inimigos do Brasil não esperam que lhes façam. Nada de briga. Apenas ideias. Esperteza nessa batalha. Além do mais, estou tranquilo, pois essa tentativa de tomada do poder dos evangélicos não passa pelo Supremo. Só mais uma coisinha: a democracia atual se chama democracia monitória, isto é, todo mundo monitora todo mundo, inclusive os representantes do povo. Estão aí a internet, as redes sociais, as ongs de várias matizes, até a imprensa, manipuladora das consciências, que não me deixam mentir.

    apóllo natali

  44. clara disse:

    isso com certeza é coisa da mídia golpista e das elites, kkkkkkkkkkkkkkk

  45. Adriano L. F. disse:

    Mesmo eles votando uma besteira dessas e sendo aprovada, ainda não teria possibilidade de veto da Presidenta?

    • Jonathan 'Hamelin' Malavolta disse:

      Que eu saiba, qualquer projeto precisa da aprovação do Presidente para vigorar. Então mesmo que todos os departamentos nos quais se divide nosso Congresso Nacional aprovarem alguma lei, está só valerá se a Dilma assinar (hodiernamente falando).

      • Jonathan, vc disse algo certo. De fato, um projeto só poderá se tornar lei com a aprovação da presidência da República, que mesmo não tendo poder absoluto o detém em maior grau: o seu voto é voto de minerva e decide com a palavra final. Espero q Dilma seja suficientemente inteligente, colocando os princípios constitucionais à frente dos interesses eleitoreiros, na apreciação de qualquer projeto desenhado por Feliciano, para evitar um caos político maior. Afinal, ela deve raciocinar – bem como os políticos evangélicos – q apenas uma parte do plantel evangélico realmente bota fé em Feliciano e seus asseclas de Bancada.

        • Rafa disse:

          Pessoal, leiam a CF/88, Emendas Constitucionais não passam pela Presidência da República (artigo 60, parágrafo 3º). Então, a Presidente não tem poder de veto, como ocorre com outras espécies normativas.

          • Rafa disse:

            Por exemplo, a PEC das empregadas domésticas não passou pela Presidente, será promulgada diretamente pelas mesas da Câmara e do Senado, sem que ela possa fazer qualquer coisa.

            • Rafa disse:

              Pelo amor de Deus (alguns não vão gostar da expressão, então, pelo amor de Deus Marx), quem não conhece de processo legislativo, por favor, não dê pitaco, fica feio mostrar a burrice assim, sem pudor!

              • Jonathan 'Hamelin' Malavolta disse:

                Eu tenho a CF/88 em casa e, se me recordo bem, foi nela que li o exposto, que a figura do Presidente da República teria poder de veto ou de não-veto a projetos legislativos, embora este poder não seja pleno (segundo a mesma CF).

                • Minha resposta não é para Jonathan, mas para o Rafa: também tenho a CF/1988 e consta, de fato, o poder de veto ou não-veto da presidência.

                  • Rafa disse:

                    São enviados à sanção ou ao veto presidencial apenas os projetos de lei e os projetos de lei complementar, depois de aprovados tanto na Câmara dos Deputados, quanto no Senado Federal.

                    O prazo para a análise presidencial é de até quinze dias úteis (art. 66, § 1º, da Constituição), contados a partir do recebimento dos autógrafos do projeto, com a redação final da matéria.

                    Nesse prazo, os ministérios envolvidos com o tema examinam a constitucionalidade do texto e sua adequação ao interesse público. A partir dessas avaliações, a Presidenta da República decide se haverá sanção, veto integral ou veto parcial.

                    As propostas de emendas à Constituição não são submetidas à análise de sanção ou veto pela Presidência da República, já que são promulgadas pelas próprias Mesas da Câmara dos Deputados e do Senado Federal.

                    Vejanositegovernamental

                    http://www.relacoesinstitucionais.gov.br/acesso-a-informacao/perguntas-frequentes-1/como-funciona-o-processo-de-analise-de-sancao-ou-veto-de-projeto-de-lei

                    • Jonathan 'Hamelin' Malavolta disse:

                      Tomara que as Mesas não promulguem nada dessa PEC do João Campos. E agradeço pela fonte.

                    • rafa disse:

                      Escrevi pelo iphone e, por isso, o texto está todo agrupado. Pessoal, o rapaz, ou guria, sei lá, diz que é formado (a) e coisa e tal. O que mais eu vejo são pessoas achando que conhecem sobre tudo. Vão estudar…vocês não tem pudor de demonstrar a burrice de forma tão escandalosa? Só para reforçar, o site é do Governo Federal, este que vocês adoram. É um texto direto, de fácil compreeensão e que não demanda maiores capacidades cognitivas (esta é para o colega que se diz formado em letras…deve ter lido muito gibi da Turma da Mônica).

                • Rafa disse:

                  Nãotenho o dom de fazer uma besta pensar,desculpe, mas pergunte á algum advogado. Leia algum livro de Direito. Como disse antes, tenha vergonha de ser imbecil!!! Meu Deus…

                  • Jonathan 'Hamelin' Malavolta disse:

                    Rafa, desculpe: A sua afirmativa final foi pra quem? Pra mim ou pra Salete? Se foi pra mim, lamento por destruir seus arrogantes sonhos de se dizer dono da verdade pois sou formado em Letras, portanto ao contrário do Brasileiro médio, LER (e me refiro a LIVROS mesmo, não a revistinhas de fofoca de novela) é a coisa que mais faço na vida, sendo inclusive escritor de profissão (também trabalho como músico e como enxadrista). Posso garantir a você que já li vários livros da área jurídica e não estou lembrado de ter visto nada relacionado a isso. O fato de não ter diploma de Direito não implica que eu seja ignorante na área. A não ser que o doutor advogado aí indique em qual livro de Direito exatamente você leu essa das Emendas Constitucionais e, se tiver sido mesmo na CF, por gentileza poste aí pra gente qual o artigo dela faz referência a isso. Nos dê a chance de adquirir o seu conhecimento a respeito.

                    • rafa disse:

                      São enviados à sanção ou ao veto presidencial apenas os projetos de lei e os projetos de lei complementar, depois de aprovados tanto na Câmara dos Deputados, quanto no Senado Federal.

                      O prazo para a análise presidencial é de até quinze dias úteis (art. 66, § 1º, da Constituição), contados a partir do recebimento dos autógrafos do projeto, com a redação final da matéria.

                      Nesse prazo, os ministérios envolvidos com o tema examinam a constitucionalidade do texto e sua adequação ao interesse público. A partir dessas avaliações, a Presidenta da República decide se haverá sanção, veto integral ou veto parcial.

                      As propostas de emendas à Constituição não são submetidas à análise de sanção ou veto pela Presidência da República, já que são promulgadas pelas próprias Mesas da Câmara dos Deputados e do Senado Federal.

                      Veja no site governamental

                      http://www.relacoesinstitucionais.gov.br/acesso-a-informacao/perguntas-frequentes-1/como-funciona-o-processo-de-analise-de-sancao-ou-veto-de-projeto-de-lei

  46. rafa disse:

    Pessoal, o rapaz (Jonathan ‘Hamelin’), ou guria, sei lá, diz que é formado (a) e coisa e tal. O que mais eu vejo são pessoas achando que conhecem tudo. Vão estudar…vocês não tem pudor de demonstrar a burrice de forma tão escandalosa? Só para reforçar, o site que indiquei (e que segue abaixo) é do Governo Federal, este que vocês adoram. É um texto direto, de fácil compreeensão e que não demanda maiores capacidades cognitivas (esta é para o colega que se diz formado em letras…deve ter lido muito gibi da Turma da Mônica).

    http://www.relacoesinstitucionais.gov.br/acesso-a-informacao/perguntas-frequentes-1/como-funciona-o-processo-de-analise-de-sancao-ou-veto-de-projeto-de-lei

  47. rafa disse:

    Não gosto de puxar a orelha de guri, mas no caso foi necessário.

  48. rafa disse:

    Caro Jonathan ‘Hamelin’ (o homem que lê mais que todos), a fonte está dada. Espero o pedido formal de desculpas, caso sua humildade assim o permita. Posso te indicar algumas leituras na área jurídica, muito embora entenda que o bom jurista é aquele que possui conhecimento mais amplo, principalmente na área de filosofia e, claro, a vida real ensina muito também, como deves ter percebido.

    • Jonathan 'Hamelin' Malavolta disse:

      Como já disse antes, ler é o que mais faço. Pode indicar as leituras, fico no aguardo. E ademais, não disse que sou o cidadão que mais lê, apenas disse que tal atividade, ler, é a que mais faço no dia a dia. Gibi da Turma da Mônica? Isso eu lia nas horas de folga e lá atrás, aos 3, 4 anos mesmo (minha formatura se deu com livros em áreas como Lingüística, Filologia, Gramática Comparada, Análise Literária, Filosofia da Linguagem, entre outras; se você comprovar que os gibis da Mônica lecionam tais áreas…). Já pedido formal de desculpas confesso que não entendi; não me lembro de ter ofendido a pessoa do doutor Rafa.

      • Rafa disse:

        Querido filólogo. Você ofendeu a inteligência e, por isso, deveria pedir desculpas. Você disse que leu a CF mas, pelo que observei, tens uma dificuldade de articular as sentenças e extrair um significado, uma exegese adequada do texto, senão, não terias feito papel de tolo ao comentar que a Presidente poderia vetar uma PEC. Estude semiótica e te indico algumas aulas de Latim para apurar o raciocínio.

        • Jonathan 'Hamelin' Malavolta disse:

          Olha só quem está me argüindo como não tendo entendido a CF: A brilhante pessoa que não conseguiu entendê-la! Em um de seus artigos, se não me falha a memória, o V, a CF confere o direito à liberdade de expressão porém em contrapartida veda o anonimato. Por acaso o doutor Rafa conhece esse princípio? Se conhece, então faça o favor de sair do anonimato pois até agora só tenho visto você usar o nick “Rafa” e mais nada. Francamente, Rafa não é nome, é corruptela, e tal pode servir tanto a um prenome masculino, Rafael, quanto a um feminino, Rafaela e até mesmo a um sobrenome de origem italiana, Rafaellis. Eu pelo menos tive a decência de identificar nome e sobrenome. No mais, me lembro que a própria CF indica que a figura do Presidente tem poder de veto (senão no total da Legislação ao menos em boa parte dela). E Semiótica estudei há muito tempo, não é de hoje que a conheço. No mais, não fiz ofensa alguma à inteligência, já que de acordo com a Teoria Cognitiva da Psicologia um debate ou discussão serve justamente para aprimoramento do intelecto e é feito de opiniões antagônicas, divergentes, diametralmente opostas. Logo uma pessoa que se diz inteligente a ponto de bancar o psicólogo cognitivo para sair por aí arrotando esse ad hominem estúpido de que seu debatedor não detém qualidades cognitivas já deveria saber que em um debate nem todos irão entender a matéria-tema da mesma forma. É isso que o doutor chama de humildade? Determinar que inteligentes deveriam ter a mesma visão que você? Não sei se me choco mais com sua arrogância ou com sua falta de percepção para entender o que seja um debate. Quanto a aulas de Latim, já estou tomando há anos (particulares), não preciso de suas indicações. Prefiro que indique mesmo a “famosa” literatura jurídica que o doutor aí diz ter lido. Para encerrar, olha quem quer falar de Semiótica (uma das disciplinas estudadas na Faculdade de Letras) comigo, o mesmo rapaz que disse não entender se eu era homem ou mulher em um de seus comentários. Até meu filho que não entende patavina de Etimologia (caso o doutor desconheça, não existe só a Etimologia Léxica, existem outros tipos também, como a Onomástica) sabe que o prenome “Jonathan” claramente se refere a um ente do sexo masculino, e olhe que ele só tem 11 anos. Já você, assinando apenas “Rafa”, que garantias me dá de que estou a confabular com um homem? Se quiser me encontrar em um ambiente mais aberto, tem aí meu nome completo, doutor(a), pode me procurar no Facebook, no Badoo, e em outras redes sociais, se quiser. Eu tenho fotos pra provar quem sou. E o(a) doutor(a)?

          • Jonathan 'Hamelin' Malavolta disse:

            P.S.: No Facebook, o que mais uso, debato diversos temas, inclusive jurídicos, e nunca vi ninguém por lá arrotar essa maldita arrogância de me qualificar – ou qualificar qualquer outro debatedor – como não tendo cognitibilidade, e olhe que uso há rede há anos para debates. Boa noite!

  49. Camila D.M. disse:

    LAMENTÁVEL ESSE TEXTO!!!!!!!! NÃO ACREDITEM NISSO, PORQUE É JUSTAMENTE O CONTRÁRIO. A ESQUERDA VEM SE ORGANIZANDO HÁ 20 ANOS (VEJA SITE OFICIAL DO FORO DE SÃO PAULO), AO CONTRÁRIO DA DIRETA, QUE NUNCA TEVE ORGANIZAÇÃO NO BRASIL, FORA MEIA DÚZIA DE GENTE GRITANDO NUM DOMINGO A TARDE. O GOLPE PODE VIR, MAS SERÁ DA ESQUERDA. NÃO SE ENGANEM, ACORDEM PARA O QUE REALMENTE ESTÃO TRANSFORMANDO ESSE PAIS NUMA DITADURA!!!!!!!!!

    • Jonathan 'Hamelin' Malavolta disse:

      Que a esquerda esteja se organizando há 20 anos, concordo. Agora, que a direita nunca foi organizada, aí não resisto, tenho de perguntar:

      É pra rir? Só pode ser piada essa.

    • VINTE ANOS DE DITADURA MILITAR NÃO É ORGANIZAÇÃO?:…ESTOU ESTARRECIDO !…PUXA, COMO SOU INOCENTE : MARINHO. MAGALHÃES, PROJETO JARY, ZONA FRANCA…É, JORGE..F.OI POR ACASO…É POR VC SER ANTICRISTÃO, JORGE…PREZAR O AMOR E O PENSAMENTO E NÃO DOGMAS ILEGÍTIMOS…POBRE DE VC, JORGE…POBRE DE VC!…( SÓ UMA NOTA : SOU AFRODESCENDENTE E TENHO PARENTES NA BAHIA, TUDO BOA GENTE…VÁRIOS CREDOS…ÁFRICA É MALDITA MAS LÁ DEPOIS DA CONCHICHINA…AURELIANO, TAMOS DE OLHO !… TE CUIDA PAI TOMÁS…TE CUIDA !…

  50. Concordo q a esquerda esteja se mobilizando há 20 anos, pois é quando a mesma recuperou a sua legalidade depois de tantos anos na clandestinidade. Agora, falar q a direita é desorganizada, aí me vejo no direito de discordar, mas cm o devido dever do respeito. A direita esta bem organizada politicamente no país há muitos anos, do contrário não teria sublimado a esquerda por todo esse tempo histórico. Até o historicamente esquerdista PT, q desperta medos na possibilidade de uam “ditadura comunista” (infundada), pois se “endireitou” ao adotar abertamente a cartilha neoliberal de FHC com novas políticas de privatização q chegaram às raias do inconstitucional (criação de fundações de direito privado na saúde pública, onde a CF/88 prevê entrada de pessoal estatutário).
    Ou seja, a esquerda foi dissolvida pela sedução da direita no governo PT.
    Atualmente atravessamos um período de crise política e institucional q explodiria com os atuais protestos q varrem o país inteiro. Participei de uma, na segunda feira no RJ, e posso falar sinceramente: soubemos q ocorre uma divisão entre os manifestantes com a agressão àqueles q portam signos de partidos – e os alvos escolhidos são os militantes de esquerda. Enquanto q a mídia fala de anarcopunks (rebeldes anárquicos) atacando patrimônio público, verificamos um terceiro grupo, aparentemente de pessoas comuns, de rostos cobertos por capuzes e camisas amarradas, e atacavam os militantes de esquerda… e tendo apoio de muita gente jovem na manifestação! É um caso q preocupa, pois há um movimento de despolitização q fortalece raias extremistas diversas, como o caso dos religiosos (Feliciano, João Cunha e outros), q passaram a se alinhar pq a atual direita lhe dá privilégios q antes não se evidenciavam.
    Concluindo, a esquerda brasileira ainda corre atrás de uma organização q a solidifique de fato, enquanto q a direita está muito bem organizada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: